• 9ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Quatro décadas sem Edson Motta, mestre da pintura brasileira que fez trabalhos em Barbacena

    Em 2021 completa 40 anos que o artista Edson Motta, nascido em 1910, faleceu deixando grande acervo de seus trabalhos realizados pelo Brasil.  Um dos maiores nomes da pintura brasileira, atuou na Igreja da Penha, em Barbacena, onde pintou um mural da Sagrada Família e a Via Sacra, em 1968, ambas com grande impacto visual. 

     

    O artista foi um grande pintor, restaurador e pioneiro no estudo científico de técnicas de restauro para obras de artes no Brasil. Seus estudos começaram com o artista César Turatti e depois mudou-se para o Rio de Janeiro, onde ingressou na Escola Nacional de Belas Artes (Enba). Lá, atuou como organizador, conservador-chefe e diretor do Setor de Recuperação de Obras de Arte do Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sphan). Teve passagem também na Universidade Federal do Rio de Janeiro como professor de teoria, técnica e conservação da pintura. 

    Em 1939 o artista foi contemplado com uma medalha de prata no 4º Salão Nacional de Belas Artes e, em 1939, recebeu um prêmio de viagem ao exterior. Após realizar seus estudos fora do Brasil, quando retornou, executou diversos trabalhos em Minas Gerais, inclusive foi quando as artes da Igreja da Penha foram feitas. Mesmo que as obras tenham sofrido intervenções, não perderam a essência do artista. Além disso, Edson também fez trabalhos na Igreja da Matriz da cidade de Dores do Turvo, também em Minas.

    Informações da Academia Barbacenense de Letras