• 9ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Contra-Ataque: Páscoa sem coelho em Minas

    Sérgio Monteiro

     

    Páscoa sem coelho em Minas

     

    Em pleno domingo de Páscoa, o Coelho perdeu o rumo no Mineirão. Com um futebol eficiente, o Galo levou a melhor no clássico mineiro, que valia a liderança do campeonato estadual. A vitória por 3 x 1 mostrou a força do time atleticano, que está em um nível acima de seus adversários locais. Mesmo derrotado, o América também fez um bom jogo e segue na vice-liderança, faltando quatro rodadas para o fim da primeira fase e a definição dos semifinalistas.

    O jogo foi o melhor deste Campeonato Mineiro até aqui e tem tudo para ter sido uma prévia da grande decisão. Atlético e América são, nessa ordem, os melhores times de Minas Gerais no momento. Não à toa, são os únicos que disputarão a Série A do Brasileirão, já a partir do mês que vem. Ambos em condições de atingirem seus objetivos, embora eles sejam bem distintos. O Galo entra na disputa mais uma vez como candidato ao título e o Coelho buscará a permanência na primeira divisão.

    Tentando apagar a má impressão deixada na rodada anterior, quando foi derrotado pela Caldense em Poços de Caldas, o time comandado por Cuca entrou em campo no domingo com dois objetivos: vencer o Coelho e mostrar o futebol envolvente que vinha encantando sua torcida no começo da temporada. Conseguiu. O Atlético é um time menos intenso se comparado ao de boa parte da temporada 2020, mas a chegada de Nacho arrumou o meio-de-campo alvinegro. O argentino, que vive nesse começo de trabalho em Minas uma fase artilheira, ditou o ritmo do jogo e vem se candidatando a grande ídolo da Massa.

    Outro trunfo de Cuca é a variedade de opções que o time tem para o ataque. O treinador fez várias mudanças na equipe que começou a partida, em relação ao jogo de Poços, na rodada anterior. Duas delas no ataque, com as entradas de Sasha e Savarino e as saídas de Hulk e Vargas. Deu certo. Savarino dá mais mobilidade e velocidade pela direita e Sasha participa mais do jogo do que o chileno Vargas. O Galo se impôs, foi melhor no primeiro tempo, e venceu por 1 x 0, com gol de falta de Nacho.

    Na segunda etapa, o América voltou melhor e chegou ao empate com um belo gol do lateral-esquerdo João Paulo, de fora da área. Foi aí que Cuca sacou do banco o trio Nathan, Vargas e Hulk, que foi fundamental na vitória alvinegra. Com mais um gol de Nacho e um de Guilherme Arana, o Atlético consolidou a vitória e se isolou na liderança do certame, com 18 pontos, três a mais que o Coelho. A vitória alvinegra foi justa e mostra claramente que existe uma diferença técnica entre os times. Ainda que o América de Liscaesteja fazendo um bom campeonato e demonstre força para a temporada que se inicia .

    Já nesse meio de semana, os times voltam a campo pela oitava rodada do estadual. O Atlético recebe o surpreendente Pouso Alegre, no Mineirão, na quarta-feira. Na quinta, o América mede forças com o Patrocinense, no Independência. Tanto o Galo quanto o Coelho devem se classificar com antecedência e sem dificuldades para as semifinais. O que pode acontecer essa semana ainda. E caminham para um novo encontro, na segunda metade de maio, em provável decisão do título. O futebol, sabemos, adora pregar peças, mas o Campeonato Mineiro de 2021 promete e merece um novo encontro entre Cuca e Lisca.

     

    Imagem

    Crédito –Instagram Atlético