• 21ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Violência contra a mulher é pauta no projeto de extensão da UFSJ

    A Universidade Federal de São João Del Rei lançou na sexta-feira (27), através de docentes e alunas dos cursos de psicologia e de medicina, uma cartilha informativa para mulheres que sofrem alguma forma de violência. O trabalho é um programa de extensão da faculdade nomeado “Entre idas e vindas: construindo fluxos e fortalecendo redes de cuidado à mulher em situação de violência no município de São João Del Rei”. O projeto teve como inspiração o Dia Internacional de Combate à Violência contra Mulheres e Meninas, que é celebrado no dia 25 de novembro.  

    O material informativo tem como público-alvo, além de mulheres, também profissionais da área de saúde, serviço social e segurança pública e tem como conteúdo principal a prevenção e o apoio ao enfrentamento à violência contra a mulher, contendo detalhes sobre a rede de atendimento destinada a elas. 

    A importância de falar sobre o tema – A OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Atlas da Violência constataram que, no Brasil, a taxa de feminicídio é a quinta maior do mundo, tendo em média 4,8 assassinatos para cada 100 mil mulheres e o aumento de 17% em cinco anos nas mortes violentas intencionais de mulheres no ambiente doméstico. Além disso, foi registrado em 2019, o maior número de casos desde 2015, data em que a lei que caracteriza o crime de violência contra a mulher como hediondo nos homicídios qualificados entrou em vigor.