Take a fresh look at your lifestyle.

Trupe circense realiza atividades culturais gratuitas em Correia de Almeida

0 222

O próximo dia 19 de setembro será marcado por atividades culturais em Correia de Almeida, distrito de Barbacena, onde o projeto ‘De Olho do Duto’ promove um dia de ações voltadas para a diversão e o lazer da população. Realizado pela trupe Associação Pano de Roda, com coordenação geral do Instituto Cultural Escola Livre de Palhaços (Eslipa) e em parceria com a Transpetro, a iniciativa busca oferecer aos moradores locais um dia de atividades culturais gratuitas, incluindo espetáculo e roda de conversa. A trupe se apresenta na Escola Estadual Deputado José Bonifácio Lafayete de Andrada.

A aproximação da população local e a disseminação do acesso à cultura é um dos focos mais importantes do projeto, além do fortalecimento dos vínculos entre a comunidade. A abertura do evento ocorre às 10h com apresentação teatral, que se repete às 13h. Já às 11h e também às 14h acontece um bate-papo entre os artistas e moradores para identificar as manifestações de arte existentes na comunidade e fortalecer as iniciativas locais de cultura.

Como destacam os diretores e artistas da ESLIPA, Richard Riguetti e Lilian Moraes, o objetivo é promover a cidadania, os direitos humanos, a inclusão social e o respeito à diversidade humana e cultural das comunidades. “Todas as atividades do projeto serão realizadas em espaços públicos abertos, com o compromisso de promover o diálogo permanente entre os artistas e a comunidade, para identificar, potencializar e valorizar as iniciativas artísticas e culturais de cada região”, explicam eles. 

O projeto teve início em janeiro de 2018 e segue suas atividades até outubro deste ano. As apresentações envolverão mais de 600 atividades artísticas, como oficinas, cortejos, espetáculos e rodas de conversas. Ao todo, estima-se que 150 mil pessoas de todas as idades serão favorecidas.

Pano de Roda

A Associação Pano de Roda representa o projeto em Minas Gerais e dedica-se à capacitação, ao intercâmbio e à pesquisa artística nas artes cênicas (teatro e circo). Com foco nas linguagens da arte do palhaço, do teatro de rua e do teatro em espaços alternativos, a associação busca o estímulo e a formação de grupos de estudos e redes comunitárias de cultura promovendo projetos culturais, ações em rede, processos criativos, encontros reflexivos, espetáculos e experimentações cênicas. 

Criada em 2003, a associação atua em cidades do interior de Minas Gerais e, eventualmente, em Belo Horizonte, outros estados e países, dialogando com uma gestão colaborativa, artistas, setores públicos e privados, comunidades e público.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.