• ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Tenente dos bombeiros de Barbacena alerta sobre o aumento da utilização de linhas chilenas

    O tenente Tomaz, da Segunda Companhia Independente de Bombeiros de Barbacena, traz esclarecimentos acerca de um assunto que tem preocupado todo o Estado: A utilização da linha Chilena, que tornou uma prática que era para ser saudável em algo nocivo para a sociedade. 

    De acordo com a autoridade, os casos envolvendo a utilização dessa linha estão muito além do esperado em 2020, e os deslocamentos militares e do Corpo de Bombeiros para averiguar essa situação tornaram-se muito frequentes. Segundo Tenente Tomaz, os vídeos de ocorrência envolvendo o cerol e a linha chilena têm afligido bastante, ferindo pessoas e animais. Tomaz reiterou que em todo o Estado é proibido soltar linha com cerol, consoante a Lei Estadual 23.515, a qual estabelece, dentre outras aplicações, uma multa em torno de 3700 reais, além da apreensão do material e a responsabilidade física e administrativa sobre outros danos que podem ser causado as pessoas, ao meio ambiente e ao patrimônio. Conforme foi elucidado pelo tenente, a modernidade das coisas foi acompanhada pelo desenvolvimento desse tipo de linha (feita a base de óxido de alumínio), devido à resistência desse novo material, e citou o caso de um motociclista, em São João Del Rey, que teve a vida colocada em risco ao ser atingido pela linha chilena na altura do pescoço, quase alcançando a artéria carótida. Há também diversos registros de acidentes com animais silvestres da nossa fauna, como gaviões, tucanos e maritacas.

    Indagado mediante as sanções para quem for pego utilizando a linha chilena e também sobre qual devem ser as providências tomadas pelos cidadãos que identificarem o uso da linha durante a prática do esporte da utilização da pipa, ele citou a Lei 23.315 novamente, que existe desde 2002 e se atualiza conforme as condições e as exigências atuais. Como exemplo, ainda completou os processos que podem ser efetuados caso haja o ferimento a alguma pessoa, em que o fato se enquadraria em lesão corporal, se atingir algum animal o infrator responderia em cima da lei do meio do ambiente e ao se ter prejuízo de terceiros, – como veículos – o indivíduo seria responsabilizado pelo dano causado ao patrimônio da vítima. 

    Caso alguma pessoa avistar esse ato ilícito, deve ligar para o 190 (Polícia Militar) ou para o 193 (Corpo de Bombeiros 193), e a partir de então, os profissionais encarregados adotarão as medidas cabíveis. Por fim, mesmo com a situação de isolamento atual, Tomaz foi enfático em dizer que a importância das crianças se conscientizarem em relação a isso é através dos pais.