• 11ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Tarefas não cumpridas

    Por Débora Ireno Dias

    A vida está confusa. Há 100 dias, estamos assim, sem saber o que ser e o que fazer. Tivemos que reorganizar o dia, os compromissos, o trabalho, as contas, os amores. Certamente, listamos várias tarefas de casa, para ficar em casa e seguir uma rotina que nos ajudasse a manter os pés no chão enquanto o mundo se distanciava lá fora.

    Tarefas listadas, rotina organizada. Mas, ninguém esperava que o tempo em casa fosse durar tanto assim. E, talvez por isso e vários outros fatores, algumas daquelas tarefas listadas há 100 dias, foram ficando para trás. Eu olho meu quadro de rotina feito em março e vejo que muito do que foi ali posto, não é realizado da forma como foi “idealizado”. Faço correções, busco reorganizar e assim tento não perder o tempo ou tento aproveitá-lo de um forma prazerosa e produtiva. Porém, algumas tarefas ficaram para trás e não há como retomá-las, voltar no tempo e, talvez, haja alguma consequência para o futuro.

    Quando falo de tarefas listadas e não feitas, olho também para um plano maior, coletivo. Lá em março, foram listadas uma série de tarefas e hábitos que deveriam fazer parte de nossa nova rotina. Pesquisadores, cientistas, médicos, vários líderes políticos e religiosos que realmente se importam com a Vida, dentre outros, nos informaram o que era necessário fazer dali para a frente a fim de que, em breve, pudéssemos estar de novo vivendo nosso dia a dia. Desde o início, muitos aderiram, em resposta o que era exposto a respeito deste vírus e sua forma de contágio e como combatê-lo, e se recolheram. Foram – fomos – prudentes. Porém, muitos não acreditaram, não acolheram e não se recolheram. Não falo aqui dos profissionais que precisavam estar fora de casa para que tantos de nós pudéssemos ficar em casa, com segurança. Falo daqueles que podiam e deveriam ter feito seu dever de casa – e não o fizeram! Não preciso listar aqui as situações que vemos acontecendo a cada dia e quem e o quê as provoca. O que poderia ter sido um tempo breve, está se tornando um tempo longo de angústias e incertezas com consequências em várias esferas da nossa vida. 

    Eu tento refazer minha rotina e retomar o que é ainda possível do que deixei para trás. Quem sabe, muitos que ainda não se organizaram neste, para este novo tempo, ainda consigam retomar as tarefas de casa? Detalhe: estas tarefas valem pontos para toda a comunidade, para a Vida!

    Tento ter esperanças por dia melhores…