Take a fresh look at your lifestyle.

SRE implementa Pólo de Educação Musical e Artes Cênicas

Projeto funcionará na antiga escola Santo Agostinho, na Praça do Rosário, em Barbacena

0 85

Inicialmente atendendo a quatro escolas da cidade de Barbacena, mas com o objetivo de abrangência muito maior, a Superintendência Regional de Ensino (SRE) está implementando um Pólo de Educação Musical e Artes Cênicas de Educação Integral. As informações foram repassadas ao repórter Victor Vicency, da Rádio Sucesso FM, que conversou com Maria Theresa Fortes, diretora da 3ª SRE, que tem sede em Barbacena.

O projeto atende a uma das metas do Plano Nacional de Ensino e faz parte da linha de trabalho da diretora, que desde que assumiu a SRE busca valorizar a cultura na cidade. As primeiras escolas que farão parte nessa fase de implementação são Escola Estadual Bias Fortes, Escola Estadual Adelaide Bias Fortes, Escola Estadual Amílcar Savassi e Escola Estadual Pio XI.

A criação do pólo, que irá funcionar na antiga Escola Santo Agostinho, na Praça do Rosário, torna a escola pública, um espaço essencialmente de qualidade, acredita Maria Thereza. Para ela, é uma grande oportunidade para o aluno, que terá contato com um profissional habilitado. As aulas disponíveis serão de canto coral, percussão, teclado, flauta doce e teatro.

A educadora contou que os professores, em sua maioria formados pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), já estão contratados pelo Estado. E que o aluno irá frequentar o pólo no contra turno da sua aula regular, alguns dias da semana, indo da escola para o pólo ou do pólo para a escola. A escola também irá oferecer o almoço.

Sobre os instrumentos e outros materiais que serão necessários para as aulas, Maria Thereza conta que já recebeu algumas doações, de escolas, de representantes políticos, e que também está em contato com algumas empresas e com o Ministério Público. “Nós já temos todo o material de percussão, um pouco das flautas, nós já temos teclado e violão. A gente está construindo mesmo um espaço que a gente não espera que essa política fique enquanto eu estou na Superintendência. A gente espera que essa política seja para valorizar o município de Barbacena”, conta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.