"> Se – Barbacena Online
Take a fresh look at your lifestyle.

Se

A crônica de Francisco Santana

0 112

A partícula “se” vagueia entre o sim e o não. Nessa dúvida às vezes polemiza provocando diálogos intermináveis sem se chegar a uma solução. Por isso, ela é uma hipótese. Você já percebeu que as primeiras deduções nem sempre são definitivas e ideais, mesmo que satisfaçam condições momentâneas?  O Google me disse que hipótese é a suposição de algo que pode (ou não) ser verdadeiro, que seja possível de ser verificado, a partir da qual se extrai uma conclusão. Popularmente, o termo é utilizado como sinônimo de especulação, chance ou possibilidade de algo acontecer.

Você disse que não sabe se não/Mas também não tem certeza que sim/Quer saber?/Quando é assim, deixa vir do coração. /Você sabe que eu só penso em você/Você diz que vive pensando em mim/Pode ser, se é assim/Você tem que largar a mão do não/Soltar essa louca, arder de paixão/Não há como doer pra decidir/Só dizer sim ou não/Mas você adora um se.

(Se, Djavan).

 

Num passado já a utilizei bastante. Isso não quer dizer que eu tenha soluções de todas as minhas dúvidas. Hoje, mais experiente já não a utilizo tanto. Apenas aprendi a conviver com as questões conflitantes dosando os ditames da razão e coração. Talvez tenha sido reflexo do parecer de um amigo sobre uma partida de futebol entre Vasco da Gama e Flamengo. “Se o Flamengo ganhar o Vasco perde. Se o Vasco ganhar o Flamengo perde. Se Vasco ou Flamengo não ganharem, haverá empate”. O óbvio me assustou.

Há frases de efeito moral como: “Se beber, não dirija”, “Se bebê, não dirija”; “Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida” (Clarice Lispector).

Imagino no campo afetivo como seria o amor do Pato Donald “se” não fosse pela Margarida; Rosinha e Chico Bento; Mickey e Minnie; Luluzinha e Bolinha; Fred e Vilma Flintstone; Marge e Homer Simpson; Bambam e Pedrita; Mônica e Cebolinha; A Dama e o Vagabundo; Tarzan e Jane; A Bela e a Fera; Romeu e Julieta; Capitu e Bentinho; Dirceu e Marília; Anita e Garibaldi; D. Pedro I e Marquesa de Santos; Tarcísio Meira e Glória Meneses; John e Yoko; Adão e Eva; Sansão e Dalila; Bonnie e Clyde; Maxwell Smart e a Agente 99 (Agente 86) e tantos outros.

“Mesmo que eu não fosse um pássaro, mas tivesse o dom de voar, levaria até você todo o amor que tenho para lhe dar”. (Tamy Henrique Reis Gomes).

Essa frase inspirou o amigo Reinaldo quando cursávamos o científico no Colégio Estadual Professor Soares Ferreira em Barbacena. O professor de português, Messias, nos pediu que fizéssemos uma redação com o tema “Se”. Não era um tema fácil para discorrer. Para pensar no seu conteúdo demoraríamos uns cinco minutos. Espantou-nos a rapidez do colega Reinaldo que em apenas três minutos terminou sua redação. O professor perguntou a ele: “não vai fazer a redação, Reinaldo? Mal humorado ele respondeu: “Já terminei!”. Para espanto geral.

Uma colega foi ver o que ele escreveu para colar sobre o conteúdo. Ela se assustou ao ler. Ao tomarmos conhecimento da sua proeza, ficamos atônitos. Pensamos num jeito de blindar a sua leitura, caso o professor o convocasse. Graças a Deus a sua redação não foi escolhida para apresentação. Querem saber o que ele escreveu?

“Se eu fosse um urubu sobrevoaria sobre a cabeça do professor Messias e defecaria sobre a sua cabeça”.

Nesse caso específico, o colega teve uma intuição, criando-se uma hipótese de se transformar em um urubu para defecar na cabeça do professor. A primeira parte está resolvida. Agora é colocar em prática o seu plano.

 

E se ele se transformar num urubu?

E se ele defecar na cabeça do professor?

E se ele não se transformar num urubu e sim numa pomba?

E se ele for ruim de pontaria?

E se?

E se?

E se?

 

 

 

Se transformar num urubu é complicado e se transformar deverá ter uma excelente pontaria para acertar a cabeça do professor, que caminhava a passos largos. E se ele se transforma num urubu e for bom de mira? Chega de suposições, hipóteses e de se.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.