Take a fresh look at your lifestyle.

Primeiro carregamento de combustíveis abastecerá cinco postos

Quantidade será limitada por cliente

0 11.563

A princípio, segundo nota da Polícia Militar, cinco postos de combustível serão abastecidos em Barbacena na quarta-feira (30): Cabana, Roselanche, Sales, Pelicano (Avenida Sanitária) e Miranda (Pontilhão). Nesta terça-feira (29), militares do 9º Batalhão iniciaram a escolta de combustíveis (gasolina, álcool e diesel) para o abastecimento básico e emergencial da cidade e serviços essenciais.

De acordo com o documento, assinado pelo Tenente Coronel Ângelo Pádua, comandante do Batalhão, a quantidade de combustível nessa primeira escolta é limitada. Foi realizada uma reunião entre a PM e os proprietários de postos de combustíveis e foram definidas algumas regras para o abastecimento:

– veículos 04 rodas: máximo de R$ 100 em combustível (gasolina ou álcool) por veículo.

– veículos 02 rodas: máximo de R$ 50 em combustível (gasolina ou álcool) por veículo.

– Os abastecimentos serão realizados apenas em veículos, ou seja, está proibida a venda de combustíveis para transporte em recipientes do tipo “galão, vasilhame, garrafas, garrafões ou congêneres”.

– A ordem das filas de espera para o abastecimento deverá ser respeitada por todos os cidadãos visando à manutenção da ordem local bem como garantir que o serviço de abastecimento ocorra de maneira célere, ordeira e eficiente para todos.

– Ambulâncias oficias terão prioridade de abastecimento após prévio contato com os proprietários dos postos de combustíveis e acompanhamento por parte da PMMG.

O Posto Cabana reservará uma bomba para abastecimento exclusivo de veículos de serviços essenciais, como transporte de profissionais de coletas residenciais de laboratórios, serviços funerários, veículos de policiais militares e civis, bombeiros militares e agentes penitenciários que serão utilizados para deslocamentos dos servidores a seus locais de trabalho, haja vista a necessidade de empenho total destes profissionais nos diversos municípios que compõem a 13ª RPM; servidores da área de saúde, poder judiciário, ministério público e taxistas. “Tal situação não se trata de privilégios a nenhuma categoria mas de resguarda dos serviços essenciais aos cidadãos em um momento de extrema crise onde os órgãos citados estão com seus efetivos em máximo empenho. Mais uma vez reafirmamos nosso compromisso de trabalho diário junto às comunidades para que Minas Gerais se torne um Estado mais seguro”, afirmou o comandante.

Novas escoltas estão programadas para quinta-feira (31) para abastecer outros postos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.