Take a fresh look at your lifestyle.

Polícia Federal de novo em Barbacena… agora apurando irregularidades em obras públicas inacabadas

3 10.632

Uma nova ação da Polícia Federal em Barbacena na manhã desta quinta-feira (23). O trabalho é realizado pela PF juntamente com a Controladoria Geral da União e a Receita Federal, em busca de documentos que comprovem o desvio de recursos públicos na construção de academias ao ar livre, o programa “Academia da Saúde”. Além do superfaturamento, as obras não foram concluídas. Há também denúncias na ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Barbacena e a construção de quadras poliesportivas.

A PF cumpre 30 mandados de busca e apreensão em Barbacena, Belo Horizonte, Carandaí, Nova Lima, São João Del Rei e Piedade do Rio Grande. Em Carandaí, segundo o repórter Flávio Franco, do portal Carandaí Online, foram realizadas diligências na casa de um engenheiro que trabalhou na Prefeitura de Barbacena, onde foram apreendidos documentos.

De acordo com nota oficial da Polícia Federal “a segunda fase da Operação Desvia que investiga a prática dos crimes de fraude em licitação, de corrupção e de desvio de recursos públicos federais na contratação de diversas obras públicas no município de Barbacena, durante a gestão 2013-2016”.

As ordens de busca e apreensão foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região e pela 1ª Vara Federal de São João Del Rei. Participam da operação 130 policiais federais, além de 18 auditores da Controladoria Geral da União e 14 auditores da Receita Federal.

Ainda de acordo com nota da PF, “em todos os casos em investigação, apesar de os recursos federais terem sido liberados pela União e estarem disponíveis ao município, as obras permanecem inacabadas ou abandonadas”.

SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO – De acordo com convênio entre a Prefeitura de Barbacena e o Ministério das Cidades, estava prevista a ampliação do sistema de esgoto sanitário com instalação de redes coletoras e de interceptores, além de duas estações de tratamento de esgoto, no Galego e no bairro Retiro das Rosas.

ACADEMIA DA SAÚDE – O repasse de verbas partiu do Ministério da Saúde para as construções de Academias da Saúde no João Paulo II, Funcionários, Santa Efigênia, Pinheiro Grosso, Santa Luzia, Grogotó, São Francisco, Correia de Almeida, Colônia Rodrigo Silva, Nove de Março, Nossa Senhora do Carmo, Santo Antônio e Monte Mário. Segundo apurou a controladoria Geral da União, estas obras não foram concluídas. O contrato para a execução dessas obras foi vencido por uma empresa de Barbacena e tinha o valor de R$968.819,47.

QUADRAS ESPORTIVAS – A construção e a reforma de quadras esportivas em Barbacena também é alvo da fiscalização. As quadras das escolas municipais Monsenhor Lopes, José Felipe Sad, Osvaldo Fortini e Coronel Camilo Gomes de Araújo estão inacabadas e duas delas paralisadas há mais de um ano. As verbas vieram do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

3 Comentários
  1. caetano Diz

    A anos atraz o Estado de Minas publicou uma reportagem dizendo que mais de 92% das prefeituras de Minas estavam desviando (roubando) verbas publicas. Esta provando que Barbacena era uma delas, e a quanto tempo? Esse ano o meu IPTU subiu mais de 300%. Onde esta o dinheiro se nenhuma obra é feita?Nem buracos estão tapando!…

  2. Leonardo Diz

    Em Bqcite, quem procura acha

  3. damiano emorgenes siqueira Diz

    E as obras de recuperação do caps.O local E`uma vergonha.A obra de recuperaçao orçada em pouco mais de R$317.000,00 começaram em outubro de 2016 e deveriam terminar em dezembro,e estão paradas …cade o dinheiro?!enquanto isso banheiros extermos e internos funcionam com precariedade e usuarios sem condiçoes de tratamento digno e justo.francamente 317 mil pra quase tres meses de obra é demai….ai tem….e ninguem faz nada.E so visitar o local e ver que ta na cara

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.