• 23ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Polícia Civil concluiu inquérito que vitimou a pequena Helena e o publicitário Thiago Faria

    Foi concluída nesta terça-feira (14) a investigação do incêndio criminoso em um prédio da Rua José Felipe Sad, ocorrido na madrugada do dia 15 de março, em Barbacena. Em decorrência deste incêndio duas pessoas perderam a vida e vários moradores do prédio sofreram danos causados pelo incêndio e pela fumaça, além do enorme prejuízo material. A pequena Helena Gava Pupo Faria, de apenas 4 anos, morreu dentro do prédio, sufocada pela fumaça. Seu pai, o publicitário Thiago Faria Pupo Nogueira sofreu queimaduras em cerca de 70% de seu corpo e acabou falecendo no domingo (12), no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

    Com relação aos danos patrimoniais, sete carros foram totalmente destruídos, e outros três parcialmente danificados pelo fogo.  O inquérito concluiu que foram esgotadas todas as diligências cabíveis, com realização de laudo pericial de levantamento de local, laudo de necropsia, oitivas de vítimas e testemunhas, e análise do circuito de câmeras do prédio, acarretando em indiciamento do acusado, José Ricardo Rossi dos Santos, de 43 anos, que já estava preso preventivamente, e responderá por dois homicídios consumados, homicídios tentados em relação aos demais moradores, danos qualificados e crime de incêndio. José Ricardo Rossi é militar da Aeronáutica. Sua prisão está sendo cumprida na unidade da Aeronáutica, em Barbacena.

    Concluído o inquérito, agora ele é remetido à justiça para o devido processo.