• 16ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • PM desenvolve ações de enfrentamento à violência doméstica. Dados apontam queda nos registros de ocorrências

    A 13ª Região da Polícia Militar está realizando uma campanha interna com o objetivo de desenvolver ações de enfrentamento à violência contra a mulher. Com a pandemia, a corporação adaptou ações para o combate e a prevenção de crimes de violência doméstica. A campanha pretende reforçar e melhorar algumas ações já desenvolvidas pelas Patrulhas de Prevenção à Violência Doméstica e também atingir outros policiais militares para que saibam agir da forma adequada em caso de novas ocorrências de violência contra a mulher durante a pandemia. Os militares ainda receberão instruções de reforço sobre a importância de um atendimento diferenciado a um chamado de violência doméstica.

    De acordo com um diagnóstico feito pela Polícia Militar, houve uma diminuição nos números relacionados à violência doméstica desde o início do isolamento social em função da pandemia da Covid-19. Na área da 13ª RPM, a queda foi mais de 30% comparando ao mesmo período de 2019. De 21 de março a 19 de maio de 2020, foram 731 registros. No mesmo período no ano passado, foram 1049 registros na região.

    Em Barbacena foi feito um diagnóstico antes e depois do decreto de Estado de Calamidade Pública e a queda foi de mais da metade (56,25%) dos registros de violência doméstica (comparando o período de 2 de fevereiro a 20 de março de 2020 – antes e 21 de março a 13 de maio de 2020 – depois).

    Segundo um informativo da 13ª Região da Polícia Militar, “acredita-se que possa estar acontecendo uma subnotificação dos casos em função da quarentena. O confinamento ajuda a conter a doença causada pelo Coronavírus, mas o distanciamento social pode acabar causando um ambiente propício para o aumento do estresse, do consumo de bebidas alcoólicas e das alterações de comportamento nas relações familiares resultando em atritos, agressões e, principalmente, na violência doméstica.”.