Pauta em prosa, verso em trova (volume 79)

JGHeleno*

 

A tradução

 

Há uma espécie de slogan que diz: quem traduz ao pé da letra, mostra que não entendeu o texto traduzido. Isso, porque o mais importante em qualquer texto é seu sentido e não o sentido das palavras isoladamente. O sentido de um texto é o conjunto dos sentidos das palavras e os efeitos que suas combinações produzem no leitor. E esses efeitos estão dentro das possibilidades da cultura em que leitor está inserido. O ideal, portanto, é ler sempre o texto original e não a tradução. Pois esta já é uma interpretação.

As traduções que apresento abaixo são de um texto do imperador Marco Aurélio, em que ele dá alguns conselhos às pessoas idosas. Que elas não deixem que sua razão (o guia) seja escravizada pelos instintos, pelos desejos, e que elas não se preocupem demais com o destino inevitável, quer no presente, quer no futuro. São conselhos tipicamente estoicos.

Embora não tenha conseguido o texto grego original das Meditações, pelo menos consegui duas traduções diferentes do trecho 2.2 da referida obra. Por essas amostras, dá para a gente perceber como cada tradutor arranja o texto, traduzindo-o a seu modo. E é sempre assim. Nos textos abaixo, o resultado é bastante diferente quando se analisam as palavras escolhidas. Mas quando se analisa o sentido, pouca diferença se percebe.

 

Tradução 1. “Em terceiro lugar, enfim, o guia. Pensa nisso: estás velho; não o deixes continuar escravo, titereado pelos impulsos egoístas, enfadado com o destino atual ou apreensivo quanto ao futuro” (BRUNA, Jaime. Marco Aurélio: Meditações. São Paulo: Cultrix, s.data, p.24-25)

 

Tradução 2. “Formula teus pensamentos assim: és uma pessoa idosa, não deixarás mais ser escravizado por isso, não mais manipulado como um fantoche por todos os impulsos, e vais parar de ti queixar de tua sorte atual e de temer o futuro” (HOLIDAY, Ryan e HANSELMAN, Stephen. Diário Estoico. Trad. Maria Luiza Borges. Rio de Janeiro, Intrínseca, 2022, p.62)

 

Como tudo acaba em trova:

 

A ponte, que é o tradutor,

com seu saber disponível,

liga o leitor ao autor

naquilo que lhe é possível.

 

*AJL, ABL, UBT

⚠️ A reprodução de conteúdo produzido pelo Portal Barbacena Online é vedada a outros veículos de comunicação sem a expressa autorização. 

Comunique ao Portal Barbacena Online equívocos de redação, de informação ou técnicos encontrados nesta página clicando no botão abaixo:

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Aceitar Saiba Mais