• 23ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Palestra aborda a obra de Padre Mestre Correia de Almeida

    A série de eventos virtuais comemorativos de 200 anos de nascimento do poeta satírico de Barbacena Padre Mestre Correia de Almeida, o Ciclo CA 200, continua nesta sexta-feira (06). Na programação a palestra “Com quantos tolos se faz uma república?”, elaborada através da tese de doutorado da professora Maria Marta Araújo, pesquisadora da Fundação João Pinheiro.

    A produção literária de Padre Correia de Almeida, que contém sátira ao Brasil oitocentista, foi estudada pela pesquisadora e historiadora, onde foram feitas análises fundamentais, que ajudam a compreensão sobre a vida e sobre a obra do autor do ponto de vista da sátira política e da história de Minas Gerais e do império brasileiro (século XIX). Na tese de Maria Marta, destaca-se a seguinte introdução: “Infinito é o número dos tolos, como já se dizia no Eclesiastes e o Padre Correia não se cansou de os fustigar, fazendo desfilar os mais variados tipos que compõem estes reinos ou repúblicas da estupidez, como atesta a República dos Tolos, livro que editou em 1881, cujo protagonista é ele mesmo, feito ali de tolo para melhor rir e criticar os vícios alheios. A produção literária e as ideias desse pensador político são trabalhadas no livro como uma verdadeira chave para a compreensão da trajetória política e cultural do país, abandonando-se a velha ideia de que cabe aos historiadores, e não aos contemporâneos, a palavra final sobre a história”.

    O Ciclo CA 200, que é promovido pela Academia Barbacenense de Letras e terá a participação de Ângela Laguardia e Ivana Deoud, ambas professoras de literatura brasileira. O encontro terá início às 19h30 e pode ser acompanhado e acessado através do link: meet.google.com/omo-mxrv-hfe.