O que é um Stalker?

Maria Solange Lucindo Magno

O termo Stalker, que em português significa perseguidor (a), ganhou grande notoriedade após a exibição da Série Bebê Rena. Na obra em questão, um homem é incansavelmente perseguido por uma mulher que tem por ele uma obsessão que beira à loucura. Afora esse grande transtorno, que é o forte da história baseada em fatos, considero uma obra que deveria ser assistida por todos os profissionais que atuam na área de saúde mental.

Apesar de o ator e produtor, que foi a vítima na realidade, ter poupado ao máximo a perseguidora retratada, a mulher que o perseguia na vida real não gostou da exposição depois da exibição da Série. E com isso, não só o ator exorcizou os seus fantasmas como deu visibilidade a um transtorno de personalidade que é mais comum do que se pensa.

Um outro grande exemplo na ficção é o filme “Atração Fatal”, um clássico estrelado por Michael Douglas e Glenn Close.

Algum tempo depois da repercussão da Série, foi bastante divulgado na mídia brasileira o caso de uma mulher jovem que desde o ano de 2018 perseguiu um médico em Minas Gerais. Essa perseguição se estendeu a toda família do médico e teve episódios de violência. Houve repercussão e o tema foi muito debatido, pois o (a) perseguidor (a) pode adotar atitudes extremas como violência, invasão completa na vida de quem persegue, ameaça à família da vítima, além, é claro, do transtorno psicológico que imputa à pessoa perseguida. Tudo isso foi praticado pela perseguidora do médico.

Em algum grau o (a) perseguidor (a) pode ser um sociopata ou psicopata. É mais comum que artistas, celebridades ou alguém de projeção sejam vítimas desses perseguidores. Não querendo dizer, entretanto, que uma pessoa comum não possa ser perseguida, assim como pode variar o motivo da perseguição. Só que não recebe o mesmo destaque que é dado quando se trata de famosos.

Agora recente, a atriz Débora Falabella disse ser perseguida por uma fã há mais de dez anos. Por algum motivo, ela decidiu divulgar isso agora, talvez por ter se tornado insuportável a situação. De acordo com a atriz, essa fã a conheceu num elevador em 2013 e depois disso demonstrou muita obsessão por Débora. Envia presentes para ela, se hospeda próximo onde ela está, faz declarações, inclusive de cunho sexual, senta-se nos primeiros bancos dos teatros quando a atriz se apresenta. O fato é que Debora Falabella disse que já fez vários boletins de ocorrência, já pediu providências, tem medida protetiva. A mulher chegou a ser presa, mas foi libertada por ter pelo menos dois laudos de esquizofrenia. No Brasil, o crime de perseguição foi inserido no código penal através da lei 14.132/21, porém a pena é branda, variando de seis meses a dois anos. Pode chegar a três em casos específicos.

Dá para imaginar a inquietude de alguém que sabe da existência lá fora de um (a) perseguidor (a) implacável, que é capaz de tudo por um pouco de atenção ou por querer ficar próximo a seu “objeto de desejo”? Eu não desejaria isso para ninguém.

Ah, que bom quando é apenas o doce amor platônico, sem obsessão! Alguém que ama de longe, admira, mas não perturba, não se declara e não espera por reciprocidade.

Mas, estendendo um pouco mais a minha indagação e pensamento, o que pode ser pior? Um (a) perseguidor (a) ou alguém que está próximo a você, dizendo ser seu amigo, mas que o inveja a tal ponto, que que é capaz de lhe fazer mal apenas com o simples fato de estar presente?

Sabemos que existe psicopatias, sociopatias, transtorno bipolar, esquizofrenia, condições essas que podem se tornar perigosas para aqueles que convivem ou são abordados por quem as tem. Portanto, cabe a todos ficarem atentos àqueles que os cercam, pois carência, obsessão, invasão de privacidade, ameaças, importunação, assédio, podem caracterizar uma pessoa perseguidora e, uma vez escolhida a sua vítima, pode causar a esta muito estresse e tormento, roubando-lhe a paz e a de sua família.

 

Maria Solange Lucindo Magno, professora dos anos iniciais do Ensino Fundamental na rede estadual – aposentada

Atuou como Inspetora Escolar na rede estadual – SEE

Técnica em Educação da rede municipal de ensino de Barbacena – aposentada

Amante de livros, cinema, teatro e música, enveredou pelos caminhos da escrita

Lançou em 2020 o seu livro de caráter intimista “Escritos Com o Coração”

Autora de diversas crônicas

Possui publicações na plataforma Scriv

Comentarista na página do Leitor – Revista Veja

Foi aprovada como colunista do site O Segredo

Aprovada em cinco Antologias

Atualmente é articulista do Complexo de mídia eletrônica Barbacena Online

Instagram: @mariasolluc

Facebook: Maria Solange Lucindo Magno

⚠️ A reprodução de conteúdo produzido pelo Portal Barbacena Online é vedada a outros veículos de comunicação sem a expressa autorização. 

Comunique ao Portal Barbacena Online equívocos de redação, de informação ou técnicos encontrados nesta página clicando no botão abaixo: