• 15ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Mototaxista condenado por homicídio em 2014

    Foi condenado nesta quarta-feira (16) o mototaxista Flávio Luiz do Nascimento, mais conhecido como Gari e acusado de matar Vinícius Bastos de Oliveira (conhecido como “Gardenal”) com um tiro pelas costas. O crime aconteceu em fevereiro de 2014, e a motivação do assassinato segundo o Ministério Público, representado pelo Promotor de Justiça Vanne Victorino de Rezende, teria sido um desentendimento entre os dois  porque a vítima teria furtado diversas vezes drogas e dinheiro do acusado. Há registros também de desentendimentos entre as famílias de Flávio e Vinícius.

    A defesa apresentada pelos advogados Marcelo Chaves e Paulo Fernando argumentou que não havia provas suficientes que comprovassem que o autor dos disparos que mataram Vinícius foram efetuadas por Flávio. O júri, entretanto, não acatou as alegações dos advogados e considerou o mototaxista culpado pelo crime de homicídio após 8h de plenário. A pena foi fixada em 14 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado, mas os advogados já afirmaram que irão recorrer da decisão dos jurados. Enquanto os recursos não estiverem esgotados, o mototaxista Flávio Luiz do Nascimento deverá permanecer em liberdade.