• 21ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Motivos Poéticos e Epifanias

    A crônica de Leonardo Lisbôa

    As  epifanias  levam  o  POETA   a   escrever   pelos   motivos   diversos   que   lhe   inspiram. Isto  não   é   dom,   como   queiram   os  românticos.  E   sim   exercício   criativo   enquanto   modo   de   expressar   sua   arte   segundo   suas   histórias   cotidianas   e   vivências.

    Observe  o  1º   POEMA   com   a   barra   (/)   assinalando   início  e  término  de   versos:

     

    Sonho

     

    Olhei  pela  janela   e  vi a chuva / molhando  o  jardim  /  – hortênsias   e   margaridas  –  /   e   as   outras   janelas  entreabertas   /  da   velha  casa  que  me  via.

    Afastei.

    Era   só   uma   janela   /   do  sonho   que   me   sonhava.

    Acordei.

     

    E   leia    o   poema   abaixo   como   2º   ato   de   epifania:

     

    Casa   do   Sonho   do   EU   Menino

    Hortênsias,  /  lembro-me   daquele   canteiro  /   abaixo   da   janela   /   da casa  /   onde   meu   EU   /   menino   ainda   sonha.

     

    Um   motivo:   canteiros   de   hortênsias   e   demais   flores   no   jardim   da    casa   de   infância.   Duas   epifanias   advindas   de   memórias,   saudades   e   lembranças   em   momentos   distintos.

     

    Esta   é   a   maneira   que   o   poeta   abstrai-se   de   suas   dores,   ais,   e   sofrimentos.

    Leonardo Lisbôa
    Barbacena, 22/04/2018

    Direitos do texto
    reservados e protegidos.
    L.L..

     

    Gosta de Poesias e Crônicas?
    Então curta a página POETAR: https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte

    _ POETAR_
    https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte/
    http://www.leonardolisboa.recantodasletras.com.br/
    #poetarfacebook      #leonardolisboarecantodasletras

    ESCREVA PARA O AUTOR:
    [email protected]

    NOTA DA REDAÇÃO: Leonardo Lisbôa  é professor da rede pública de ensino de Minas Gerais. Fez sua especialização em História na UFJF e seu mestrado em psicopedagogia na Universidade de Havana, Cuba. Publica textos também no sítio www.recantodasletras.com.br onde mantém duas escrivaninhas (Perfis): o primeiro utilizando o próprio nome ‘Leonardo Lisbôa’ e o segundo o de ‘Poesia na Adega’.  Registro no CNPq: http://lattes.cnpq.br/0006521238764228

    Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Aceitar Saiba Mais