Take a fresh look at your lifestyle.

Meu filho não consegue aprender: o que eu posso e devo fazer?

Valeska Magierek

0 259

Toda criança tem potencial de aprendizagem. Mas nenhuma criança é igual à outra. Cada uma tem seu ritmo e capacidade.A aprendizagem também depende de fatores diversos, como a maturação cerebral, a estimulação ambiental, dentre outros elementos.

Mas sempre que encontramos uma criança com dificuldades na aprendizagem devemos questionar e investigar a causa. A causa pode ser médica (alguma condição neurológica), ambiental (falta de estímulos adequados), o tipo de escola (se tradicionalista ou não), dentre outros inúmeros fatores.

Descobrir e entender a causa é fundamental para orientar a melhor conduta a ser adotada e para favorecer o desenvolvimento global daquela criança.

 

O papel dos pais diante de alguma dificuldade em aprender

É importante que os pais e a família acompanhem a vida escolar de seus filhos, a fim de identificar, o mais rapidamente possível, falhas na aprendizagem.

Identificada alguma dificuldade é importante que os pais conversem com a escola e verifiquem o desempenho escolar. Os professores são peças fundamentais neste processo, uma vez que passam grande parte do tempo com a criança.

Identificadas as dificuldades, em comparação com aquilo que se espera para idade e série escolar, a escola e/ou os pais devem encaminhar esta criança para avaliação com especialistas, dependendo da dificuldade encontrada: fonoaudiólogos, psicólogos, pediatras, psiquiatras, neuropediatras, dentre outros.

 

O papel da escola

A escola pode apontar as dificuldades e deve encaminhar a criança para o especialista, o profissional mais indicado para o diagnóstico e para o estabelecimento da melhor conduta a ser adotada.

Vale lembrar que cabe somente aos especialistas, em suas determinadas áreas, o diagnóstico e escolha terapêutica.

A escola, neste sentido, atuará em harmonia com o especialista em benefício da criança.Após identificada corretamente, se dificuldade ou se transtorno, os especialistas ajudarão na orientação à escola sobre a forma mais eficaz e eficiente de favorecer o aprendizado daquela criança.

Cada transtorno relacionado à aprendizagem tem conduta específica que deve ser seguida a fim de minimizar o efeito negativo das falhas encontradas.

A parceria entre escola, família e especialistas é fundamental para o bom andamento do processo.

 

E quando a criança não aprende os conteúdos escolares?

 

Temos condições bem específicas em que a criança não aprende os conteúdos escolares. Para essas condições temos condutas diferenciadas junto à escola e até mesmo as escolas especiais.Além de paciência, é necessário respeito à condição da criança. Não adiantará estimular em excesso se a criança tiver uma limitação importante. Há famílias que idealizam seus filhos e, diante das dificuldades que aparecem, se revoltam, negligenciam e demoram a procurar ajuda. E isto prejudica unicamente a criança. Por isso, por mais difícil que seja a situação, o fundamental é procurar logo por ajuda especializada. O psicólogo, o pediatra, o psicopedagogo, entre outros profissionais, podem auxiliar no diagnóstico e na orientação aos pais sobre os déficits, o potencial da criança e estratégias eficazes em cada caso.

 

 

NOTA DA REDAÇÃO: Valeska Magierek é formada em Psicologia pela UFSJ, com especialização em Neuropsicologia pela FUMEC e mestrado em Psicobiologia na Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Atua há mais 20 anos na área de Psicologia Infantil e Neuropsicologia. É Diretora Clínica do Centro AMA de Desenvolvimento em Barbacena e autora do livro infantil “A semente mágica”.  www.centroamadesenvolvimento.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.