Take a fresh look at your lifestyle.

Mais de 3.000 planetas já foram encontrados fora do Sistema Solar. O que isso quer dizer?

A opinião de Delton Mendes Francelino

0 215

Por muito tempo, falar de vida extraterrestre era motivo de riso nas universidades. Muitas ciências não discutiam o assunto, em grande parte, por conta das histórias subjetivas de contatos entre seres humanos e eventuais alienígenas (nunca comprovados). Entretanto, nos últimos anos, a ciência começou a fortalecer diversos estudos, baseada em maior tecnologia, como os poderosos telescópios espaciais que orbitam o planeta e que nos enviam preciosos materiais de estudo.

A astrobiologia é a ciência que se dedica a compreender com maior profundidade as possibilidades de existência de vida fora da Terra e não deve ser confundida com a Ufologia, assim como astronomia não é astrologia. Também é importante deixar claro que “buscar vida extraterrestre” não significa apenas a busca por seres verdes, humanóides, que pensam e viajam pelo cosmos. Alçar estudos sobre possibilidades de vida extraterrestre é, sobretudo, um olhar sobre seres microscópicos, como bactérias. Outro aspecto importante é a procura por água, um fator elementar para a vida na Terra e que nos leva a crer que, caso um local possua esse recurso, é bem provável que a vida ali se desenvolveu.

Somente em muito pouco tempo, identificamos mais de 3.000 planetas fora do Sistema Solar. Vale destacar que cada galáxia do universo tem bilhões de estrelas e que, em torno de cada estrela, certamente há planetas e luas, o que leva à compreensão de que a existência de formas de vida extraterrenas é uma realidade.

Entretanto, é importante que o conhecimento científico seja dissociado de pessoas que se aproveitam das pesquisas reconhecidas e verdadeiras para construir perspectivas não comprovadas e sem qualquer aparato científico. São vários os movimentos, em todo o planeta, que tentam convencer as pessoas de coisas que não são comprovadas cientificamente. O que podemos afirmar é que somente nos últimos 10 anos nos maravilhamos com imagens magníficas de estrelas rodeadas por exoplanetas. Este ano, anunciou-se a descoberta de água em Marte. Tudo leva a crer que nos próximos anos teremos maravilhosas outras revelações, científicas, que poderão nos tornar ainda mais entusiasmados com o estudo da vida e do cosmos.

NOTA DA REDAÇÃO – Delton Mendes Francelino é Diretor Internacional do Instituto Curupira (MG, SP e EUA); Professor Col. Graduação em Ciências Biológicas/ IF Sudeste Campus Barbacena/MG; Site: https://deltonmendes.wixsite.com/meioambiente; Coordenador do Centro de Estudos em Ecologia Urbana e Educação Ambiental Crítica do IF Sudeste, Campus Barbacena, MG. Palestrante e professor: Meio Ambiente/ Eco cultura/Permacultura/Ecoeducação; Contato cel/+whatsapp:(32) 9 8451 9914

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.