• 26ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Legumes e frutas e frutos são a mesma coisa?

    Por Vitória Oliveira, licenciada em Ciências Biológicas e membro do Centro de Estudos em Ecologia Urbana do IF Barbacena e Delton Mendes Francelino, coordenador do Centro de Estudos em Ecologia Urbana, do IF Barbacena.

    Evolutivamente, as Angiospermas foram o último grupo de plantas a surgirem no Planeta. A característica mais marcante e exclusiva desse grupo é a capacidade de produzir flores e, posteriormente, frutos que irão proteger suas sementes e atrair outros organismos (moscas, pássaros, mamíferos) para dispersá-las, tornando-o assim, o grupo mais diverso do planeta. Mas afinal, o que são os frutos?

    Os frutos são resultado da reprodução das angiospermas, iniciada pelo surgimento das flores, que abrigam os órgãos sexuais das plantas: o gineceu (parte feminina, que abriga o ovário e os óvulos) e androceu (parte masculina, que abriga os grãos de pólen). Após a união do grão de pólen (gameta masculino) ao óvulo (gameta feminino), o ovário é modificado e cresce, para proteger as sementes, dando origem ao que chamamos de fruto.

    Entretanto, nas feiras, mercadinhos, o termo científico fruto, dá lugar a uma classificação mais simples, e que prevaleceu culturalmente: a divisão entre frutas, que são alimentos de origem vegetal carnosos e doces, e os legumes que abrangem praticamente todo os outros produtos.  Apesar dessa classificação popular, na linguagem científica, o termo fruta, no feminino não existe e o que normalmente consumimos dos vegetais são seus frutos, caules, raízes e folhas. 

    Além disso, existem diversas características curiosas que podem ser consideradas sobre algumas “frutas”:Para o morango, por exemplo, ofruto propriamente dito não é a estrutura carnosa e avermelhada que comemos, mas sim cada um dos pontinhos amarelados, que parecem sementes.Já o abacaxi, é o que chamamos de infrutescência, ou seja, um conjunto de frutos, sendo que cada um de seus gomos é produto de uma flor.Os carrapichos que agarram em nossas roupas,também são frutos, além de exemplos que contradizem a definição cultural sobre serem carnosos e suculentos.

    Com relação aos legumes, dentro da linguagem científica, eles também são considerados um tipo de fruto (ou seja, ovários desenvolvidos), caracterizado por ser duro, seco e apresentar vagens. Bons representantes de legumes verdadeiros são o feijão, a ervilha, o amendoim e a lentilha. Alimentos como a mandioca, a cenoura e o rabanete, que são considerados legumes são, na verdade, são raízes modificadas com o objetivo de acumular nutrientes. Já como o quiabo, a abobrinha e o tomate, são sim frutos, sendo originados do ovário de suas flores respectivas. 

    Apoio Divulgação Científica: Samara Autopeças e Jornal Barbacena Online