Take a fresh look at your lifestyle.

Legislativo anuncia medidas para contenção de despesas

1 704

Em nota enviada à imprensa na noite de segunda-feira (09), a mesa diretora do legislativo afirmou a necessidade de cortar gastos em decorrência do déficit financeiro para o último quadrimestre de 2019. Com a exclusão do FUNDEB da base de cálculo para transferência de recursos do Executivo para o Legislativo, a Câmara Municipal sofrerá uma redução de R$134.471,30 em seu aporte financeiro, restando imprescindível a redução de R$84.417,30 para adequar o orçamento a nova realidade.

Sendo assim, será necessária a redução da verba de gabinete dos vereadores (fixada em R$2.500 mensais), cortes em diárias de viagens, e até ao encerramento temporário das transmissões ao vivo das Sessões, o que custava cerca de R$3 mil por mês. De acordo com o presidente do Legislativo, vereador Amarílio Andrade, as medidas são temporárias como no caso das transmissões ao vivo das sessões deliberativas do Legislativo Municipal. “Não há que se falar, neste momento, que a interrupção temporária das transmissões ao vivo das sessões da Câmara está ocorrendo para que os vereadores votem às escuras, por exemplo, no possível aumento de cadeiras na Casa, mesmo porque o Projeto já foi devidamente arquivado”, disse Amarílio. A Câmara repassa, ainda, mensalmente, cerca de R$50 mil para o SIMPAS para cumprimento a despesas legais.

1 comentário
  1. Amorin Neto Diz

    E ainda querem aumentar o número de vereadores?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.