Take a fresh look at your lifestyle.

Incêndios na área urbana geram transtornos e preocupação

0 596

O período de estiagem, com a falta de chuvas e aliado ao tempo seco, é bastante propício aos incêndios em vegetação. Além daqueles que atingem matas em locais isolados e plantações, o fogo em lotes vagos nas áreas urbanas tem preocupado o plantão do Corpo de Bombeiros. A maioria das vezes, o incêndio é ocasionado em locais que não recebem capina.

Somente na quarta-feira (03) foram registrados três grandes incêndios em vegetação.

Por volta de 12h, no bairro do Campo, um grande incêndio atingiu uma área com cerca de 50 mil metros quadrados, na rua Capitão Antônio Campos. A ação dos Bombeiros foi dificultada pelos ventos e ao calor intenso, e pelo fogo ter sido em uma região íngreme e de vegetação rasteira. 

O outro incêndio foi em uma mata localizada às margens da EPCAR nas imediações da Chácara das Andorinhas, por volta de 14h30 onde os bombeiros debelaram as chamas em uma área aproximada de 3 mil metros quadrados.  O terceiro, já por volta de 17h, na rua Brigadeiro Eduardo Gomes, também no bairro do Campo onde um incêndio de grandes proporções atingiu uma área aproximada de 50 mil metros quadrados. Durante 4 horas os militares trabalharam com o uso de abafadores e bombas costais, uma vez que a viatura de combate a incêndio, bem como as mangueiras não conseguiram chegar ao local do sinistro .

Para o Tenente Márcio Bruck que comandou as operações, é necessário uma colaboração da Comunidade. “Poucos incêndios tem ignição espontânea. Quase sempre o cidadão decide atear fogo ao bel prazer ou quando deseja limpar o lote através da queima, vindo o fogo a fugir de seu controle. Pedimos as pessoas que liguem tão logo percebam o incêndio e denunciem estes infratores“, afirmou. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.