Homem é preso acusado de praticar diversos golpes em Barbacena

Um homem de 26 anos que aplicava golpes na cidade foi preso nesta segunda-feira (26). O autor que mora na cidade de São Paulo/SP se passava por funcionário de banco e aplicava golpes nas vítimas, para obter furtar dinheiro.

Ele foi localizado na noite de segunda-feira (26), em um hotel na Avenida Governador Bias Fortes, no bairro São Pedro, em Barbacena.

Ao ser perguntado, assumiu a autoria do crime de estelionato, e disse que parte do lucro obtido com a prática do crime, que totalizou a quantia de R$4.000 estava guardado numa bolsa que estava dentro do quarto, onde estava hospedado.

No local foram localizados e apreendidos três cartões magnéticos pertencentes às vítimas, além de máquinas de passar cartões, certa quantidade de dinheiro, dois aparelhos celulares, e outros materiais.

O autor preso em flagrante foi encaminhado a base do setor 04 de policiamento e, posteriormente apresentado à Delegacia de Polícia Civil.

Forma de agir dos criminosos

A forma de agir dos autores funcionava da seguinte forma: enquanto um dos criminosos mantinha as vítimas em erro e mediante fraude, mantendo contato telefônico com elas, se passando por funcionários de empresas financeiras ligadas a bancos, e induzindo elas a entregar cartões de bancos, além de suas  senhas e dados pessoais, para fazerem saques em terminais de caixas eletrônicos ou compras de diversos produtos em sites de vendas online, outro autor deslocava até a residência das vítimas e recolhia os cartões de banco, senhas e outros dados pessoais.

De acordo com a versão da vítima, um homem de 85 anos, após contato telefônico com a suposta telefonista da empresa financeira repassou um código numérico. Posteriormente, autor compareceu em sua residência repassou o código numérico e recolheu os cartões de poupança, percebendo a vítima só depois que se tratava de golpe.

Em seguida, fez contato com o gerente de uma das agências e foi informado que haviam feito dois saques de R$1.000 em sua conta bancária.

A outra vítima, uma mulher de 69 anos disse que seu neto, recebeu uma ligação telefônica de atendente de uma das agências confirmando uma solicitação de empréstimo no valor de R$ 3.400, uma compra realizada em loja na cidade de Osasco/SP no valor de R$1.850, e uma compra de um aparelho celular smartphone.

A telefonista repassou para o neto dela desligar o telefone devido um possível golpe, que uma outra pessoa faria contato para confirmação e o recolhimento dos cartões. O autor foi até a residência dela no bairro São Sebastião e pediu que colocasse os cartões dentro de um envelope e posteriormente se retirou do local. A vítima somente deu conta da situação fraudulenta após o contato da guarnição PM em sua residência.