Take a fresh look at your lifestyle.

Governo de Minas incentiva campanha para presentear as mães com flores

O produtor Mário Raimundo de Melo, que cultiva rosas e flores em Barbacena e Alfredo Vasconcelos, contou, numa entrevista à Rádio Sucesso, sobre a atual situação dos produtores, que estão sentindo, de forma drástica, os efeitos da queda na venda da produção de flores. “O impacto foi severo. Logo que apareceu o Coronavírus e que foi determinado esse isolamento, a venda de flores caiu a zero. Então, nós já tínhamos encomendas feitas para casamentos, formaturas e uma produção preparada para atender esses eventos no final de março, no final de abril e maio, que é o mês que mais se vende flor. Então a gente investe durante janeiro, fevereiro e março para atender essa demanda e com o vírus, nossos clientes suspenderam todos os pedidos. Como a gente trabalha com aglomerado, não foi possível fazer venda nenhuma”, explicou.

Atualmente, cerca de 90% da produção é voltada especialmente para flores de corte destinadas a eventos e comemorações, como casamentos, aniversários, congressos e formaturas. Porém, com o cancelamento dessas festividades, o segmento, que foi um dos primeiros a ser afetado, pode ser um dos últimos a voltar à normalidade, já que não há qualquer previsão de retorno das atividades que geram aglomeração de pessoas.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Pesquisa em Flores, Hortaliças e Plantas Medicinais da EPAMIG, Simone Reis, Minas Gerais é o segundo maior produtor brasileiro de flores e plantas ornamentais. “O setor emprega em média 10 pessoas por hectare, valoriza a mão de obra feminina e pode ser opção de renda para a agricultura familiar, daí a sua importância para o estado”, avalia.

Buscando uma alternativa para diminuir o impacto negativo da quarentena no segmento, o Governo de Minas, junto com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA),  a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER-MG), a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), lançou a campanha “Envie um abraço em forma de flor”, que estimula a população a presentear com flores no Dia das Mães, que será no próximo domingo (10).“A flor simboliza paz, tranquilidade, amor, atenção. Neste momento, acho que todo ser humano está precisando disso. Já que não podemos abraçar, transmitir carinho por meio da beleza de uma flor é uma excelente alternativa”, diz o presidente da Associação dos Distribuidores e Produtores de Flores e Plantas de Minas Gerais (ADPF-MG), Flávio de Assis Vieira.