• 21ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Feiras Livres voltam a funcionar, mas sem algumas atividades tradicionais

    Depois de mais de quase 4 meses suspensas por causa da pandemia de Covid-19 serão retomadas as feiras livres em Barbacena. Para se adaptar ao “novo normal”, a tradicional comercialização de hortifrutigranjeiros, produtos lácteos e de origem animal, realizada aos sábados e domingos, nas Avenidas Irmã Paula e Olegário Maciel, respectivamente, acontecerá no Parque de Exposições Senador Bias Fortes.  A medida começa a valer a partir de sábado (01), das 07h às 14h. Porém, o local não é a única novidade e um decreto da Prefeitura de Barbacena vai disciplinar a retomada das feiras.

    As barracas serão instaladas ao ar livre e a entrada/saída de pessoas passará por controle. Além disso, cada consumidor terá a temperatura aferida e as mãos higienizadas com álcool em gel 70%. Aqueles que apresentarem sintomas gripais não poderão entrar no local.  O uso de máscaras, tanto de feirantes como de consumidores, é obrigatório.

    O decreto traz ainda a proibição de aglomerações e contatos muito próximos como abraços, beijos e apertos de mão. Quanto à comercialização de produtos prontos para o consumo, como salgados e churrasquinhos, bem como bebidas, estão proibidos.

     

    Restrições sanitárias quanto aos produtos comercializados e procedimentos a serem observados pelos feirantes:

     

    – Será permitida somente a comercialização de produtos hortifrutigranjeiros, lácteos e de origem animal;

    – Não será permitida a comercialização de produtos de origem animal sem os respectivos registros nos órgãos competentes (SIM, SIF, IMA).

    – Não será permitida a comercialização de alimentos prontos para o consumo (churrasquinho, salgados etc.) bem como consumação de bebidas alcoólicas no local como forma de inibir a permanência de pessoas e coibir aglomerações;

    -Deverá ser mantido o distanciamento de 2m (dois metros) ou mais entre as barracas, com a instalação de barreiras físicas entre consumidores e barracas;

    -Deverá ser observado o distanciamento de 1,5m (um metro e meio) entre os consumidores nas filas para o pagamento, com a utilização de adesivos ou pintura no chão para demarcação da distância mínima;

    -O atendimento deverá ser realizado a uma única pessoa por vez;

    -As balanças, bancadas, máquinas de cartão de crédito/débito e utensílios deverão ser higienizadas antes da comercialização dos alimentos e, sempre que possível, durante todo o horário de funcionamento da feira (para desinfecção, usar álcool gel 70% e papel descartável, ou outro sanitizante);

    -Sempre que possível, priorizar o pagamento por máquinas de cartão de crédito/débito, mantendo a higienização e desinfecção constantemente, evitando o uso de cédulas de dinheiro em espécie devido ao risco de contaminação;

    -Feirantes em grupos de risco ou acima de 60 anos não devem exercer atividades de contato direto com o público;

    -Deverão ser adotados procedimentos contínuos de higienização das mãos, com utilização de água e sabão em intervalos regulares e, caso não seja possível a lavagem das mãos, utilizar imediatamente sanitizante adequado para as mãos, como álcool em gel;

    -Fica vedado o anúncio verbal de produtos disponíveis para comercialização;

    – Deverá ser disponibilizado um funcionário exclusivo para efetuar as cobranças e a manipulação de dinheiro;

    -Recomenda-se arredondar os preços, mantendo números inteiros, para evitar a necessidade de câmbio de troca entre comprador e vendedor;

    -Deverão estar afixadas em forma de cartazes ou banners as orientações para os consumidores;

    -A aquisição dos EPI’s de uso próprio será de responsabilidade de cada feirante.

     

    Orientações aos consumidores:

     

    -Atender à exigência de manter a distância mínima de segurança de 1,5 metros entre consumidores e entre estes e os feirantes;

    -Antes de adentrar em casa, lavar e higienizar os calçados e as rodas dos carrinhos de feira;

    -Lavar as frutas, legumes e verduras em água corrente e solução de água sanitária (1 litro de água e 1 colher de sopa de água sanitária – em torno de 10 ml, ou produto similar) para higienização;

    -Evitar acondicionar os produtos em geladeiras, armários e outros locais, sem a devida higienização (lavar com água e sabão), sendo que as embalagens podem ser desinfetadas com a aplicação de álcool 70% ou solução de hipoclorito de sódio (cloro), obedecendo às orientações de preparo e utilização do fabricante conforme instruções presentes nos rótulos ou ficha técnica do produto.