• 26ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Estudo detecta variante do coronavírus em Barbacena

    Barbacena está entre as cidades que confirmaram a presença da variante do coronavírus, P1 detectada primeiramente no Amazonas. O estudo foi realizado por pesquisadores do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em parceria com a Rede Corona-Ômica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, o Instituto Hermes Pardini e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

    Em Minas a presença da variante foi detectada também em Belo Horizonte, Betim e Araxá, além do Rio de Janeiro (RJ), Campo dos Goytacazes (RJ), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Primavera do Leste (MT), Aracaju (SE), São Paulo (SP), Americana (SP), Santos (SP), Valinhos (SP), São Sebastião do Passé (BA) e Barra do São Francisco (ES).

    Foram analisados os dados de mais de 740 mil exames de Covid no banco de dados do Hermes Pardini, na tentativa de localizar amostras com comportamento “anormal”. Apesar da presença da variante, ainda não é possível afirmar que há circulação no território nacional, de acordo com o professor do departamento de genética do ICB, Renan Pedra de Souza. “Com no máximo 14 dias vamos ter uma resposta sobre a circulação. O outro passo, para determinar a frequência, deve levar quatro semanas. Começamos ontem (segunda-feira) uma nova rodada de análise de sequenciamentos e, como não estamos mais aplicando o critério de (selecionar as amostras que possuem) comportamento anormal, vamos poder estimar qual a frequência dessa linhagem e de outras”, diz o professor. Estudos apontaram que a variante tem potencial maior de transmissão, entre 50% e 74% mais contagiosa.

    O Secretário de Saúde de Barbacena, Arinos Brasil, afirmou que moramos em uma cidade com bastante movimentação de pessoas e com a ampliação das testagens é normal que sejam encontradas variantes.

    Fontes G1 e O Estado de Minas