Take a fresh look at your lifestyle.

Esfaqueador de Bolsonaro pode vir para o Manicômio Judiciário em Barbacena

0 1.846

Depois que a Justiça reconheceu que Adélio Bispo, que esfaqueou o então candidato a presidência Jair Bolsonaro, é portador de problemas mentais o destino dele pode ser o Hospital Psiquiátrico Jorge Vaz, em Barbacena. A inimputabilidade, em função do transtorno delirante persistente, o isenta de sentença condenatória. Sendo assim, a Justiça impõe medida de segurança de internação em manicômio judiciário ou outro estabelecimento adequado.

Após o atentado, Adélio iniciou cumprimento da pena na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande (MS). O advogado de Adélio, Zanone Manuel de Oliveira, afirmou que já solicitou transferência do cliente para Montes Claros, no Norte de Minas, sua terra natal.  Porém, segundo reportagem do Jornal Estado de Minas, o defensor declarou que se ele vier para o sistema de custódia Minas Gerais, o objetivo é que ele possa ser encaminhado para um local mais próximo da família, em Montes Claros ou em alguma outra cidade do Norte do estado. Acontece que na região não existem unidades prisionais para sentenciados com problemas mentais. “Se não tiver jeito, (o destino de Adélio) será o (Hospital Psiquiátrico) Jorge Vaz mesmo, em Barbacena”, declarou o advogado.  O HPJV é o único manicômio judiciário de Minas Gerais.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que vai recorrer contra a decisão judicial, por entender que foi vítima de uma tentativa de homicídio e que teve mandante. “Tenho convicção de quem foi, mas não posso falar que eu não quero fazer um pré-julgamento de ninguém. E estou tomando providências jurídicas do que eu posso fazer. Vou recorrer. Normalmente o Ministério Público pode recorrer também. Eu vou entrar em contato agora com meu advogado”, disse o Presidente.

Com informações do Fato Real e Jornal Estado de Minas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.