• 18ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Dura lex, sed lex, dura Lex, sed latex

    Geraldo ou Gê era um colega astuto, inteligente, espertalhão, altruísta e perigoso em certos momentos. De gentil se transformava em um ser irascível em segundos. Diagnosticado como bipolar, os hospitais psiquiátricos passaram a ser o seu refúgio. Era um questionador contumaz. Quando fazia uma pergunta ele conhecia a resposta porque ela fora feita a várias pessoas. Conhecendo-o a gente mais ouvia do que opinava. Suas abordagens eram sempre acompanhadas de massagens no ego da gente. Quando o fato a ser narrado ocorreu, eu era acadêmico de Direito. Fase da auto afirmação e do sabe tudo. A gente opina, discute, briga pelas idéias e até formula conceitos.  E quando formamos? Ninguém nos aguenta, nos transformamos em professores, mestres, conselheiros e doutores. Que fase bonita! Que fase ilusória!

    Gê me abordou com a voz melíflua e até me chamou de doutor para elevar minha estima e questionou-me:

    – Dr. Santana qual é o significado da expressão Dura Lex sed Lex que todos os advogados gostam de usar? 

    – É uma expressão latina que traduzida significa “a lei é dura, mas é a lei”. O seu significado se relaciona com a ideia de que, por mais dura e severa que possam ser as leis, elas devem ser cumpridas e, para isso, exigem muitos sacrifícios. Ela se aplica, por exemplo, quando alguém comete um crime, mas afirma não ter conhecimento prévio que o seu ato era um crime. É sempre bom saber que a “ninguém se escusa de cumprir a lei, alegando que não a conhece.“. 

    – Não concordo! Conheço um senhor que matou a esposa com requintes de crueldade e está solto na cidade jogando baralho e dama no jardim do centro da cidade. E, um colega meu só porque foi pego com alguns passarinhos da gaiola está preso na cadeia municipal. 

    – Gê, o letrado Fernando Sabino, ficou conhecido por ter escrito a seguinte frase: “Para os pobres é dura lex, sed lex. A lei é dura, mas é a lei. Para os ricos, é dura lex, sed latex. A lei é dura, mas estica”. Agora, tire suas conclusões. “Esta frase é crítica ao sistema judiciário corrupto, onde os que têm mais dinheiro acabam recebendo mais benefícios ou “alívios” do que os mais pobres, mesmo sendo os crimes destes mais brandos que os dos ricos, em muitos casos”.

    – Doutor Santana você que é um brilhante aluno de direito, deve entender bem da legislação imobiliária. Certo? 

    Depois dos títulos de doutor e brilhante aluno, eu diria que conhecia até de leis lunáticas ou extra-terrestres.   

    – O que você quer saber dessa vez?

    – Bem, moro numa casa há dez anos e o proprietário solicitou-a alegando que sua filha vai se casar e que ela pretende morar nesse imóvel. Procurei saber e descobri que ele está mentindo. Sua filha é casada, mora e trabalha em Belo Horizonte e não pretende se mudar para Barbacena. Já conversei com vários Advogados e todos disseram-me que eu tenho um tempo para ficar morando na casa até eu arrumar uma outra. Afinal não posso colocar meus familiares na rua!

    – Você está muito bem informado. Por que está me perguntando?  Acaso está me testando?

    – Nada disso! É que cada um fala uma coisa e nesse c0nfronto de informaçoes diferentes fico mais perdido que cachorro em dia de mudança, sem sacanagem.

    – Bem! Se eu fosse você negociaria diretamente como o dono do imóvel e pediria a ele um tempo para você ficar residindo no imóvel até arranjar uma casa para se mudar. Tudo que é conversado é entendido. Um papo sincero, às vezes evita brigas, confusões, litígios e questões judiciais. 

    E o amigo Gê procurou o proprietário solicitando um prazo de três meses. O que lhe foi cedido e não cumprido. Gê pediu um novo prazo de quatro, cinco e seis meses, o que lhe foi cedido e não cumprijdo. Formou-se uma grande confusão. Gê começou a receber cartas intimidatórias  de um escritório de advocacia, ameaçando-o de despejo. Eu lhe confidenciei que o ideal seria arranjar uma casa e se mudar para ela urgentemente. Gê acatou o conselho e se mudou para o bairro “X”. As cartas continuavam chegando e dessa vez pedindo-lhe para pintar a casa que estava muito suja. Ironicamente ele procurou-me fazendo a seguinte pergunta:

    – Dr. Santana eu li o contrato de locação e realmente consta nele que “deverei entregar o imovel limpo e pintado”. A letra é tão miudinha que nem com uma lupa eu conseguia ler.  

    Passados alguns dias ele me procurou querendo saber o que são cores primárias ou RGB? Eu disse a ele que eram as cores vermelha, verde e azul e que RGB são as iniciais de tais cores em inglês:  red, green e blue.

    – Preto não é cor? 

    – Sm! O preto é a cor mais escura e o resultado da falta parcial ou completa da luz.

    Alguns dias se passaram e o  Gê fez prevalecer a lei. Ele começou a pintar o imóvel lentamente pela pela sala, em seguida a copa e quando se pareparava para pintar os quartos, o proprietário soube da limpeza correu para lá e o pediu que parasse imediantamente o serviço de pintura. Gê ficou eufórico e feliz com o desfecho da história. Ele estava vingado. Você deve estar imaginando o porquê da decisão do proprietário. Pasmem! Acredite! Gê estava pintando a casa de preto. Já imaginou?

    Gê morreu. Nao sei se ele mora no céu ou no inferno. Aonde estiver deve estar dando trabalho. 

    (Fontes: Internet/Site Significados).