• 18ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Burocracia: com suspeita de Covid corpo fica dentro de carro funerário por horas em Lafaiete

    Além da dor da perda, o enfrentamento à burocracia para fazer o sepultamento. Isto é o que uma família enfrentou em Conselheiro Lafaiete nas últimas horas. O cenário de pandemia, o despreparo de lidar com a situação e os procedimentos exigidos, somados com a burocracia e um horário definido de funcionamento de um Cartório de Registro Civil em Lafaiete, levaram a família a passar horas ao lado do corpo dentro de um carro funerário estacionado próximo ao Cemitério Nossa Senhora da Conceição.

    Um morador da cidade faleceu na tarde desta sexta-feira (26) na unidade da FOB em Lafaiete, pouco após as 14h.  O homem foi internado com fores dores no peito, teve falta de ar e diante da evolução do quadro precisou de intubação.  Foi feito o protocolo exigido para suspeita de Covid-19. O teste rápido deu negativo.  Após o óbito foi coletado material para novo teste, cujo resultado sai entre 6 e 8 dias.

    Familiares informaram que conhecendo o quadro clínico e com acompanhamento do médico anterior entenderam não ser Covid a causa da morte declarada. Mas diante do atual cenário e exigências sanitárias, esta possibilidade foi oficialmente constada. “A partir daí começamos enfrentar esta dor de cabeça”, disse o parente que optou por não ser identificado. Como despreparo para situações como esta em Lafaiete e outras cidades da região, o parente do falecido cita como exemplo, que o pronto atendimento da FOB não tem uma câmara fria para armazenar um cadáver até que ele possa ser removido. Situação recorrente em outros prontos atendimentos e funerárias.

    Empurra-empurra

    A família classificou como empurra-empurra a triste situação. Sem ter como armazenar o corpo, o pronto atendimento repassou a responsabilidade para uma funerária. Que por sua vez, sem a documentação exigida e fornecida apenas por um único cartório em Lafaiete, não podia fazer o sepultamento imediato, como exigido pelo protocolo de suspeita de Covid.  Assim, neste caso específico, o corpo permaneceu nas dependências da FOB até por volta das 7h deste sábado, quando foi retirado pela empresa do serviço funerário.

    Sem sepultamento

    Nesta lamentável cena burocrática, na manhã de hoje finalmente quando a família pensou que o sepultamento ocorreria, foi informada, já na porta do Cemitério Nossa Senhora da Conceição, que não seria possível pela falta da guia de sepultamento a ser emitida pelo cartório, que só abre aos sábados às 11h. Sem poder entrar com o corpo no Nossa Senhora da Conceição, por falta de autorização da direção do cemitério pela falta da guia, e sem outras opções, o corpo ficou dentro do carro funerário, estacionado próximo ao cemitério por algumas horas até que finalmente o cartório foi aberto e a guia emitida.

    O sepultamento só ocorreu pouco antes de meio dia, após muito sofrimento, constrangimento, desrespeito e empenho da família do falecido. “O que nos deixa triste e preocupados é que estamos em meio a uma pandemia e vários casos vão acontecer iguais ao nosso. As autoridades junto com os serviços de saúde e funerários vão ter que providenciar uma câmara fria para armazenar estes corpos que tenham causa morte a esclarecer, para que outras famílias não passem pelo que passamos”, opinou o familiar.

    Cartório

    Em Conselheiro Lafaiete apenas um Cartório de Registro Civil está autorizado a emitir a guia de sepultamento.  O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira de 10h às 17h e aos sábados de 11 às 16h. Neste período de pandemia o horário foi reduzido em uma hora passando a ser de 11h às 16h de segunda a sexta.  Aos domingos e feriados existe o regime de plantão.

    Informações Fato Real