Take a fresh look at your lifestyle.

Barulho e pó de cimento incomodam moradores no Pontilhão

1 1.931

Vídeo / Incorporar

Vídeo / Incorporar

Moradores do bairro Pontilhão, residentes próximos a uma das unidades da fábrica de cimento Holcim, vêm sofrendo com o barulho e o pó de cimento constante. De acordo com os relatos, o barulho incomoda diariamente, pois a fábrica deveria funcionar apenas em horário comercial, porém, segundo os moradores vizinhos, inicia as atividades por volta de 6h da manhã, inclusive aos finais de semana. Outro problema recorrente são os vazamentos de pó de cimento, que formam uma nuvem espessa, não sendo possível enxergar adiante. Uma moradora relata que os vazamentos acontecem sempre por volta de 9h da manhã e que vem causando transtorno, tanto com relação à limpeza da casa e roupas, como também em relação à saúde da família. Muitas pessoas reclamam de problemas respiratórios. Outros apresentam sintomas de stress por causa do barulho intenso. Moradores enviaram fotos e vídeos para a redação do Barbacena Online em mais uma tentativa de sensibilizar as autoridades para o problema. “O barulho é muito alto, a gente não consegue abrir as janelas em momento algum porque o pó de cimento é em grande quantidade. Já conversamos com um vereador que nos sugeriu vender o imóvel, mas não é isso que a gente quer. Precisamos que seja tomada alguma providência. Também não queremos que a fábrica feche suas portas, apenas que respeite as normas de meio ambiente”, afirmou um morador do bairro Pontilhão.

Em nota a Lafarge-Holcim esclareceu que “atua em conformidade com as leis ambientais. No último sábado (12), foi identificada a necessidade de ajuste no sistema de carregamento de vagões do Terminal de Barbacena. O serviço de manutenção foi iniciado imediatamente e desde então não há registros de novos problemas. Com relação aos ruídos a empresa informa que contratou, no segundo semestre de 2018, uma empresa especializada e que já vem trabalhando com um plano de ações e investimentos para minimizar os impactos. A LafargeHolcim informa ainda que a operação no terminal começa às 7h30 e reitera que mantém abertos diferentes canais de comunicação com a comunidade por meio do telefone (32) 3332-5526 (segunda a sexta, entre 8h às 17h) e pelo WhatsApp (32) 99912-2185”.

1 comentário
  1. Maria Diz

    Porque ninguém fala nada do cheiro insuportável da Saint Gobain?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.