• 16ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Barbacena e a mudança de paisagem nas últimas décadas

    Por Delton Mendes Francelino


    Não é novidade para ninguém: todas as cidades pelo mundo passaram por intenso crescimento, sobretudo  após a Segunda Guerra Mundial. A população também aumentou, o que acarretou em maior demanda por espaço, acesso á água e alimentos. Potencializamos também a quantidade de lixo e rejeitos. E em Barbacena não foi diferente.

    A malha urbana do município expandiu, sobretudo a partir da década de 1980 diminuindo a cobertura vegetal e ampliando processos de marginalização. Alguns cursos de água importantes, como o atual “córrego da Rua Bahia”, que antes era um importante foco de coleta de água para a cidade, hoje é poluído, o que tem gerado outros processos de significação desse importante curso de água. Isso gera reflexões: como era a paisagem da cidade, antes de a mudarmos tanto a partir do modelo urbanizatório?

    Afinal, qual a história por detrás/ por debaixo do asfalto, do concreto? Como são os rios urbanos? Para onde foram os seres vivos que “habitavam” toda a cidade? Quais deles ainda existem e como vivem? E as áreas verdes dentro do município, como estão? Por qual razão temos tão poucas árvores?

    Esses são fatores importantes de serem pensados em termos de políticas públicas e de futuro. O desafio das cidades é grande, e o de Barbacena também, mas enquanto não entendermos a importância de valorizar a nossa história, memória e contextos ambientais, dificilmente teremos condições de oferecer qualidade de vida ao nosso povo.

    NOTA DA REDAÇÃO – Delton Mendes Francelino é Coordenador do Centro de Estudos em Ecologia Urbana do IF Barbacena, diretor do Instituto Curupira e doutorando na UFMG. Acesse: Podcast Falando de Ciência e Cultura no Spotify, Deezer, itunes e Google!

     

    Apoio divulgação científica: Samara Autopeças e Jornal Barbacena Online