• 21ºC
    Barbacena, MG Previsão completa
  • Autor de homicídio no final de semana alegou legítima defesa

    O homem acusado de homicídio na tarde da última sexta-feira (29) no bairro Água Santa, disse à polícia ter agido em legítima defesa contra a vítima, um homem de 50 anos.

    Em sua defesa, alegou que foi até o local para tentar resolver um problema relacionado ao aterramento do terreno, quando a vítima tentou agredi-lo com uma foice, e, para se defender, sacou sua arma e efetuou um disparo de arma de fogo, seguido de vários outros, desconfiando que a vítima também estivesse armada. Após os disparos o corpo teria caído e rolado num pequeno barranco de terra.

    Segundo assessoria da PM, o irmão da vítima e testemunhas confirmaram que naquele dia, a vítima teria encomendado um caminhão para aterrar os fundos do terreno.

    O Crime:

    A vítima foi morta na tarde de sexta-feira (29) no bairro Água Santa, em Barbacena, por disparos de arma de fogo após uma briga com seu vizinho. Ele foi alvejado por três tiros. A arma utilizada no crime foi localizada, além de outras três. A briga teria acontecido por um desentendimento causado por divisa de terras. De acordo com o Major Diniz, subcomandante do 9º Batalhão, o homem estava no quintal de casa, coberto por terra, já sem sinais vitais. Na casa do autor, foram apreendidas armas, munições, vestes e um par de botas, com manchas de sangue. O autor, sargento reformado da PM, foi preso em flagrante e confessou a autoria do crime.

    Fonte: PMMG