Take a fresh look at your lifestyle.

Após desastre em Brumadinho, lafaietenses se preocupam com mina de manganês

0 358

Após o desastre em Brumadinho, causado pelo vazamento da barragem da Mina do Feijão na última sexta-feira (25), Conselheiro Lafaiete compartilha da apreensão que tomou conta das cidades mineiras que também abrigam barragens de rejeitos da atividade mineradora. Alarmados com a recente tragédia, lideranças comunitárias da região se reúnem nesta terça-feira (29), com o objetivo de discutir a situação dos moradores da região da Água Preta e dos bairros Bellavinha, Morro da Mina, Capela da paz e Manuel de Paula, localidades vizinhas da mina de manganês construída pela Vale.

As lideranças alegam que representantes da Vale não fornecem informações concretas a respeito da segurança da barragem. Outra reunião já está agendada para a quinta-feira (31), entre uma comissão de moradores e representantes do Ministério Público, para pedir apoio à cobrança de medidas preventivas no local, que afastem de vez o perigo de desastres como o de Brumadinho e Mariana. O mesmo apelo será feito também à Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores. O vereador Pedro Américo (PT) também solicitou uma reunião pública para discussão e esclarecimento acerca da segurança, estabilidade e regularidade da barragem. Deverão ser convidados a empresa Vale prefeitura, Codema, Famocol e outras entidades.

Há cerca de dois anos, o estado de Minas Gerais impetrou ação contra a mineradora solicitando informações sobre a barragem de Lafaiete. O MP acompanhou o trâmite da ação e a Vale apresentou laudo assegurando a estabilidade da barragem. Um levantamento divulgado pela Agência Nacional de Águas (ANA), que compila informações de todos os órgãos responsáveis por barragens no país, traz uma lista com 45 estruturas que, segundo 13 órgãos de controle, estariam em situação preocupante por possuírem algum comprometimento importante que impacta a segurança. A lista inclui a da empresa Vale Manganês, e tem sido amplamente divulgada desde o rompimento da barragem em Brumadinho. 

Com informações do Fato Real

LEIA TAMBÉM:

https://barbacenaonline.com.br/tragedia-em-brumadinho-continua-a-angustia-de-familiares-em-barbacena/

https://barbacenaonline.com.br/familia-procura-por-barbacenense-que-trabalhava-em-brumadinho/

https://barbacenaonline.com.br/mais-um-barbacenense-entre-os-desaparecidos-na-tragedia-de-brumadinho/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.