Contra-Ataque: Mais fácil aprender japonês em braile

Contra-Ataque

Sérgio Monteiro

 

Mais fácil aprender japonês em braile

 

Parece quase indiscutível que Cuca tenha se tornado o maior treinador da história do Galo. Campeão da Libertadores em 2013, o treinador voltou em 2021 para um contrato de dois anos e a busca por outros títulos de grande expressão. Para alegria da Massa, as conquistas vieram logo na primeira temporada. Não satisfeito com o Brasileirão, o Galo de Cuca abocanhou também a Copa do Brasil, em uma temporada inesquecível e que vem sendo comemorada até os dias atuais. Três títulos, fim de um jejum de quase 50 anos e a certeza de que o projeto dos mecenas é para muitos anos. Mas, para tristeza da Massa, isso colocou fim à segunda passagem do treinador pelo alvinegro.

Todo mundo sempre soube que Cuca é temperamental e supersticioso. O que não sabíamos – pelo menos não tínhamos a confirmação – é que o treinador não bate bem da cabeça. Ou da cuca, que me parece mais adequado para o contexto. Abandonar o barco em um cenário altamente favorável causa estranheza, até mesmo em se tratando de Alexi Stival. Sim, é comum ele romper contratos quando está em alta. Foi assim aqui mesmo (em plena disputa do Mundial de Clubes), na China, no Palmeiras, no Santos. Mas convenhamos que o Atlético tinha – pode ser que ainda tenha – tudo para ser o protagonista do futebol brasileiro novamente em 2022.

Fato é que Cuca repetiu 2013 não apenas no que diz respeito ao desempenho do time e à conquista de taças. Mais uma vez pulou fora. Do barco, do planejamento, do sonho alvinegro. Uma fatura que não é da diretoria, mas cujo pagamento precisa ser quitado por ela. Os 4 R’s que comandam o Atlético, o presidente Sérgio Coelho e o diretor de futebol Rodrigo Caetano se viram, da noite pro dia, com um abacaxi para descascar. E como tem cascas esse abacaxi! Já se vão cerca de vinte dias desde o anúncio da saída de Cuca e o time mineiro até agora não conseguiu um substituto.

Depois de insistir em Jorge Jesus, Carvalhal ou outro português qualquer e de flertar com o argentino Berizzo, ao que tudo indica o comando alvinegro parece ter voltado à estaca zero em relação à contratação do novo treinador. Para piorar, a ansiedade da torcida e a movimentação dos adversários no mercado ameaçam uma mudança de cenário. O céu, que parecia de brigadeiro, agora se anuncia com algumas nuvens para os atleticanos.

É verdade que há tempo para a estreia do time nas principais competições do ano, mas se a pressa é inimiga da perfeição, o tal do planejamento é inimigo da calmaria exagerada. Claro que a diretoria tem crédito e que não há ninguém de braços cruzados nesse momento, mas entender essa demora está mais difícil do que aprender japonês em braile, como diria Djavan.

Enquanto convive com essa indefinição sobre o novo comandante alvinegro, o atleticano assiste ainda uma onda de sondagens e propostas pelos jogadores do atual elenco. Natural para um time campeão. Mais do que isso, para um time que encantou na última temporada. O capitão Alonso já arrumou as malas e foi para a Rússia. Diego Costa, outro de difícil compreensão, fez como Cuca: pulou em alto mar mesmo, embora cuidar da família não pareça ser a desculpa. Nathan e Alan Franco, reservas ano passado, também já se despediram de BH. Hyoran deve ser o próximo. Contratação efetivada, até o momento, apenas a dos atacantes Ademir e Fábio Gomes. O zagueiro uruguaio Godín parece estar próximo de ser uma realidade, enquanto a novela Edenilson segue a todo vapor.

Mas sem técnico o planejamento para a temporada fica comprometido. E olha que o ano tinha tudo para começar ainda em festa e em paz. Mas, como já se sabe, para o atleticano nada é tranquilo. Nem mesmo a ressaca dos grandes títulos. Obrigado, Cuca, por nos trazer canecos tão cobiçados. E, de forma bem irônica, por nos colocar em situação tão inusitada. Afinal de contas, céu de brigadeiro é azul demais pra combinar com a Massa, né? Melhor continuar torcendo contra o vento, as turbulências e as tempestades.

 

Imagem

 

Crédito – Gilson Junio/W9 Press/Lancepress

Comunique ao Portal Barbacena Online equívocos de redação, de informação ou técnicos encontrados nesta página clicando no botão abaixo: