Academia Mineira de Letras elege novo membro

A Academia Mineira de Letras elegeu Carlos Herculano Lopes como novo integrante, ocupando a cadeira de nº 37. Com 27 votos entre 35 votantes, sua eleição foi destacada pela comissão de apuração. Ele é reconhecido por sua atuação como ficcionista, jornalista e roteirista, enriquecendo a AML em diversos âmbitos. Seus contos e romances são facilmente adaptados para televisão e cinema. Originário de Coluna, Minas Gerais, Carlos Herculano Lopes é casado com a médica Adrianne Mary Leão Sette e Oliveira e atualmente divide seu tempo entre a literatura, o estudo da história brasileira e uma fazenda em Coluna.
Ele nasceu em 23 de outubro de 1956, filho da professora Iracema Aguiar de Oliveira e do farmacêutico prático Herculano de Oliveira Lopes, e mudou-se para Belo Horizonte aos 11 anos para estudar no Colégio Arnaldo. Sua carreira jornalística teve início na Editoria de Pesquisas do “Estado de Minas” em 1979, onde permaneceu por vários anos como repórter e assinou uma crônica semanal no EM Cultura durante catorze anos.
Ao longo de sua trajetória, publicou diversos livros, incluindo o romance “A dança dos cabelos”, premiado com os prêmios Guimarães Rosa e Lei Sarney em 1987, e finalista do Prêmio Jabuti, assim como “O vestido”, finalista do Prêmio Jabuti em 2005. Além disso, teve suas obras adaptadas para o cinema, como “Sombras de julho” e “O vestido”, e também para a televisão, como a minissérie “Poltrona 27”.

⚠️ A reprodução de conteúdo produzido pelo Portal Barbacena Online é vedada a outros veículos de comunicação sem a expressa autorização. 

Comunique ao Portal Barbacena Online equívocos de redação, de informação ou técnicos encontrados nesta página clicando no botão abaixo:

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Aceitar Saiba Mais