Notícias


17 de abril de 2017 às 22h49

São João del-Rei sediará Congresso das APACs

Evento deve reunir cerca de 400 pessoas

Da Redação
 São João del-Rei sediará Congresso das APACs

A cidade de São João del-Rei sediará, entre os dias 13 e 16 de julho o 8º Congresso das APAC’s, promovido pela Fraternidade Brasileira de Assistências aos Condenados. No encontro será discutido o processo de expansão das Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (APACs) nas esferas jurídicas e públicas. 

O congresso será uma oportunidade para refletir sobre a construção de um sistema carcerário humanizado, que trabalhe em prol da recuperação e socialização de detentos, além de mostrar a importância do apoio governamental e de outras instituições para a causa. Sob o tema Somos Todos Recuperandos, o congresso trabalhará valores como a unidade do movimento apaqueano e a importância de parceiros, voluntários e simpatizantes na idealização de um novo sistema carcerário no Brasil e no mundo.

O evento contará com a participação da Procuradora Geral de Minas Gerais, Valma Leite da Cunha, Secretário de Estado de Administração Prisional – MG, Francisco Kupidlowski, além de representantes de APACs internacionais. São esperadas cerca de 400 pessoas.

FBAC - A Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados - FBAC é uma Associação Civil de Direito Privado sem fins lucrativos que tem a missão de congregar e manter a unidade de propósitos das suas filiadas e assessorar as APACs do exterior. Mantém ainda a tarefa de orientar, zelar e fiscalizar a correta aplicação da metodologia e ministrar cursos e treinamentos para funcionários, voluntários, recuperandos e autoridades de modo a consolidar as APACs existentes e contribuir para a expansão e multiplicação de novas APACs.

A APAC é uma instituição sem fins lucrativos que atua em âmbito nacional e que promove a reinserção de sentenciados à sociedade. O projeto baseia-se na metodologia apaquiana que é constituída sob 12 pilares, entre eles a participação da comunidade e da família na recuperação do preso, o apoio às vítimas e a espiritualidade.

A metodologia apaquiana existe desde 1972, quando o advogado e jornalista, Mário Ottoboni viu a necessidade da reformulação do método carcerário no Brasil. Entre as atividades desenvolvidas dentro das Apac’s estão a capacitação profissionalizante, através dos diversos cursos como serralheria e marcenaria e do eficaz método educacional, tendo uma escola que vai desde o ensino fundamental até o ensino superior a distância. A unidade de São João del-Rei foi criada em julho de 2008 através da iniciativa do atual presidente da unidade Antônio Carlos de Jesus Fuzatto.

Com informações da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados