Notícias


19 de dezembro de 2016 às 08h14

Lafaiete recebe exposição “Em busca do Patrimônio Perdido”

Sobre os bens saqueados de igrejas, capelas, museus e prédios públicos

Da Redação

Conselheiro Lafaiete vai sediar a exposição “Em busca do Patrimônio Perdido, em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Secretaria de Estado da Cultura. Esta é a primeira grande exposição em Minas sobre os bens saqueados de igrejas, capelas, museus e prédios públicos. O objetivo é que as fotos sejam vistas pelo maior número de pessoas, em especial nas cidades que tiveram seus bens furtados.  Com 22 painéis fotográficos de peças sacras e totens explicativos a mostra, que tem caráter itinerante, apresenta imagens e informações de peças sacras desaparecidas no estado.

Minas Gerais tem o maior número de bens culturais protegidos. Mas, grande parte dessa riqueza está desaparecida. A Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico de Minas Gerais estima que o estado já tenha perdido 60% dos seus bens sacros em razão de furtos, roubos e apropriações indevidas. A subtração de peças sacras movimenta um comércio ilegal altamente rentável e o prejuízo para o patrimônio cultural é incalculável.

A abertura da exposição será na quarta-feira (21), às 19h, no Centro Cultural Solar do Barão do Suaçuí e deve permanecer aberta ao público até janeiro de 2017.

Com informações do Fato Real