Notícias


9 de outubro de 2017 às 21h33 atualizada em10 de outubro de 2017 às 20h08

Barrosenses analisam desenho histórico da cidade

O desenho foi feito pelo alemão Ernst Hasenclever durante viagem ao Brasil

Da Redação
Barrosenses analisam desenho histórico da cidade

Às vésperas de completar 63 anos de emancipação político-administrativa de Barroso, os moradores da cidade iniciaram uma rica discussão na internet a respeito da história da cidade, tudo isso induzido pela postagem em uma rede social do estudante de arquitetura Welber Sacramento.

A postagem é uma ilustração da cidade, que faz parte de um livro lançado em 2015 – Ernst Hasenclever e sua viagem às províncias do Rio de Janeiro e Minas Gerais - que narra a passagem do alemão no Brasil e contém diversos desenhos feitos por ele na época. Este trabalho foi feito em conjunto pela professora Débora Bandocchi, auxiliada por Edson Brandão e Friedrich Renger.

O historiador Wellington Tibério, que também analisou o livro em questão, esclareceu que o desenho reproduz a primitiva Capela de Sant’Ana de Barroso, edificada em 1729, por Antônio da Costa Nogueira e explicou ainda que esta capela foi ampliada por Jovelino Soares Leite, após criação da paróquia em 17 de janeiro de 1884, e transformada em capela de Nossa Senhora do Rosário em 1931. A edificação foi demolida, não constando, de acordo com o historiador, qualquer registro ou explicação, houve apenas um telegrama enviado à Câmara Municipal por Geraldo Magalhães Pinto em 09 de junho de 1970 como protesto e repúdio às autoridades e ao povo por permitirem a demolição.

Sobre as especulações que surgiram a respeito da residência retrata ao lado da capela, o historiador descartou a possibilidade de ser a mesma da família Sutana, que segundo ele só veio a ser adquirida por volta dos anos 50. Segundo os relatos, a visita de Hasenclever terminou com um jantar em que ele ouviu casos ao redor de uma fogueira e cantou modas de viola.

Em 2015 o Barbacena Online publicou a notícia sobre o lançamento do livro do viajante, confira a matéria na íntegra:  http://www.barbacenaonline.com.br/noticia/cultura/livro-resgata-desenhos-e-diarios-de-viajante-alemao-que-visitou-minas-gerais-no-seculo-xix