Notícias


10 de janeiro de 2018 às 23h30

Habemus Ministrum

Geraldo Faria e seu Ponto de Vista

Geraldo Faria

Continua o impasse no que se refere à nomeação e posse da Deputada Cristiane Brasil (PTB) como ministra do trabalho. A OAB entrou na justiça contra a nomeação, foi acatado por instância judicial de peso, o primeiro recurso foi rejeitado e criou-se o impasse. Como ninguém quer ceder para não parecer fragilidade de poder, restou levar a questão para o Supremo que terá que decidir se a filha de Roberto Jeferson poderá tomar posse ou não como ministra do trabalho.

As justificativas vocês já conhecem, mas isso não impede do Presidente insistir no seu nome. Comprar briga com Roberto Jeferson, Pai da indicada e presidente do PTB não é bom a esta altura do campeonato.

. O Governo rejeitou também a recomendação do Ministério Público para que os vice-presidentes da Caixa fossem afastados até que se esclarecessem os desvios encontrados nas transações daquele segmento financeiro estatal.

Parece que querem quebrar o recorde de Ali Babá que tinha quarenta assessores.

. Caso a Deputada Cristiane Brasil supere as barreiras jurídicas e assuma o Ministério do Trabalho quem a substituirá será o seu suplente, irmão de Garotinho (RJ) que é condenado por crimes sexuais contra menores.

Cada dia melhora a qualificação dos nossos representantes no legislativo federal.

. Falando em poder legislativo não podemos deixar de registrar a produtividade da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Nossos deputados estaduais só votaram projetos em 6(seis) das 106 (cento e seis) sessões ordinárias de 2017. Recorde-se que as reuniões são realizadas as terças, quartas e quintas, mas, só tem “quórum” nas sessões extraordinárias.

Vêm aí as eleições. Veja quem você elegerá para representa-lo na Assembleia.

. Gasolina a litro de ouro. Não é a toa que o petróleo é chamado de ouro negro. O litro de gasolina está chegando a R$5,00 no interior de Minas. Em Unaí R$ 4,969; em João Pinheiro R$ 4,79; em Viçosa R$ 4,76 e em muitas outras cidades já alcançam o valor de R$ 4,69. Como não existe nenhum controle é de se esperar que daqui a algumas horas atinjam os R$ 5,00. Valha-nos Deus!

. Muito triste e aborrecido fizemos um comentário esta semana no meu Ponto de Vista do Contato Direto da Rádio Sucesso sobre a situação de moradores de rua em Barbacena.

Chegou-se no limite. No sábado, ao sair da missa das três da tarde no Santuário da Piedade, tivemos que presenciar um quadro constrangedor e que me disseram repete-se diariamente. Na sacada do Edifício Pietá estava deitado num colchão a dormir um morador de rua com as calças arriadas até as canelas, seminu, totalmente sujo e emporcalhado causando constrangimento a todos. Imaginamos que por ser sábado e muitos excedem na ingestão de álcool pudesse justificar o lamentável quadro. Na segunda-feira, voltando da “Rádio Sucesso” após participação no Programa Contato Direto, logo depois do meio dia, fomos parados pelos motoristas da Praça defronte o Santuário para que testemunhássemos mais uma cena deplorável.

Na área contígua ao adro do Santuário, estava lá deitado, um desses moradores de rua, seminu, com a traseira á mostra suja de fezes e com centenas de moscas a pousarem no corpo do indivíduo que, talvez alcoolizado, estava a dormir sem se importar com nada e nem com o constrangimento que estava causando.

Um transeunte que por lá passava, incomodado, arriscou tirar o cobertor em que o morador de rua estava deitado para coloca-lo por cima do seu corpo.

Cenas degradantes que estamos tendo que ver diária e repetidamente não podem mais continuar. Temos que dar um basta nessa situação. Que o poder público pelos seus mais altos mandatários, poder judiciário, ministério público, secretaria municipal de assistência social, polícia militar, polícia civil, guarda municipal, clubes de serviço, câmara municipal, ONGs, igrejas católica, evangélica, espírita e de outras denominações, enfim todos os cidadãos de nossa cidade marquem o mais urgente possível uma agenda com comparecimento de todos para que busquemos soluções concretas para o problema.

Será que nossa capacidade é tão pequena assim que não podemos encarar o problema e levantar alternativas para solucioná-lo?

Acorda Barbacena!

Em outros tempos já fomos chamados de Princesa dos Campos, Berço do Gado Holandês no Brasil, do Melhor clima do Brasil, Atenas de Minas, Cidade das Rosas, Terra das flores e outros adjetivos.

A continuar do jeito que nos encontramos corremos o risco de receber apelidos pejorativos que com certeza mancharão nossa história e nos envergonharão.

Não está na hora de nos reunirmos e resgatar a identidade de nossa “mui leal e nobre” cidade de Barbacena

 

Redação do Barbacena Online
contato@barbacenaonline.com.br | (32) 98835-4900