Notícias


4 de janeiro de 2017 às 08h13 atualizada em4 de janeiro de 2017 às 21h44

Servidores da rede Fhemig, em greve, farão manifestação em Barbacena

Não parcelamento do 13º salário e aumento de salário entre as reivindicações

Da Redação
Servidores da rede Fhemig, em greve, farão manifestação em Barbacena

Servidores de sete hospitais da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), incluindo o Hospital Regional de Barbacena e o CHPB, estão em greve por tempo indeterminado. Entre outras reivindicações, o não parcelamento do 13º salário, aumento de salário e melhoria nas condições de trabalho. O movimento tem a adesão de todas as categorias, exceto médicos, segundo a Associação Sindical dos Trabalhadores em Hospitais do Estado de Minas Gerais (Asthemg).

Representantes do movimento na cidade explicaram que o atendimento aos pacientes está sendo feito normalmente no Pronto Atendimento, Bloco Cirúrgico e CTI. Nos setores de Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e CME, estão trabalhando com a escala mínima de 50% do quadro de funcionários.

Na quinta-feira (05) os trabalhadores que participam da greve em Belo Horizonte vão seguir em caravana rumo à cidade de Barbacena para se juntar aos trabalhadores dos hospitais CHPB e Hospital Regional de Barbacena, que também estão em greve, em uma manifestação na cidade.