Notícias


4 de janeiro de 2017 às 17h05

Carta de Repúdio: Demolição da antiga Companhia Têxtil Ferreira Guimarães

Moradores do São José falam sobre demolição de um dos símbolos do bairro

Da Redação
Carta de Repúdio: Demolição da antiga Companhia Têxtil Ferreira Guimarães
Carta de Repúdio: Demolição da antiga Companhia Têxtil Ferreira Guimarães

Nós, Barbacenenses moradores do bairro São José, também intitulados como moradores do Alto da Fábrica, vimos por meio desta manifestar o nosso veemente repúdio à atitude insensível e ignorante que nos chocou na manhã de segunda - feira, dia 12 de dezembro de 2016: a demolição mecânica total da edificação onde funcionava a Companhia Têxtil Ferreira Guimarães, fundada em 18 de janeiro de 1906, com o nome Companhia Industrial e que, em meados de 1940, recebeu o nome atual.

Entendemos que tal atitude, beneficiada por um processo de destombamento duvidoso, levou a total destruição de uma das mais belas e importantes edificações da cidade de Barbacena, símbolo e marco universal da arquitetura industrial, patrimônio material e imaterial do lugar.

Entendemos também que a preservação dos diversos patrimônios é condição imprescindível à guarda, à valorização e à divulgação das identidades culturais de um povo. O patrimônio deve ser respeitado como acervo, registro de acontecimentos, memória e fases da história da cidade. Sem patrimônio, perdemos pequenos pedaços do que somos, perdemos nossas referências e, aos poucos, nos perdemos enquanto povo.

Queremos, portanto, afirmar que a destruição da Companhia Têxtil Ferreira Guimarães é a falta de consciência, falta de senso crítico, falta educação. É insanidade.

Queremos também chamar a atenção, na tentativa de conscientizar as pessoas, que a perda é enorme, que a lógica da destruição é uma violência sem tamanho e que não fazer nada, significa mais do que apatia, representa conivência com todo esse desrespeito.

Neste sentido, convidamos a todos e todas a fazer uma reflexão: "Barbacena, quem te viu, quem te vê!...” Cadê a sua arquitetura original? Onde estão suas árvores? A memória do seu povo está perdida? E sua cultura?... Sua arte, sua dança, sua literatura, sua música, o samba! Sua alma?...

E ainda, com um forte e sofrido grito de alerta, apelamos para o sentimento de soberania de seu povo. Que se levante contra a perda de seu mais belo e singelo título: "Cidade dos encantos e das flores, ó! Barbacena formosa e altaneira"... Onde estão suas Rosas?!

CARTA PRODUZIDA POR COLETIVO DE MORADORES DO BAIRRO SÃO JOSÉ E FRAGMENTOS DE DEPOIMENTOS DE AMIGOS SENSIBILIZADOS COM O ATO.

 

Carta de Repúdio: Demolição da antiga Companhia Têxtil Ferreira Guimarães
Carta de Repúdio: Demolição da antiga Companhia Têxtil Ferreira Guimarães
Carta de Repúdio: Demolição da antiga Companhia Têxtil Ferreira Guimarães
Carta de Repúdio: Demolição da antiga Companhia Têxtil Ferreira Guimarães